23 de Setembro de 2008 / às 16:47 / em 9 anos

Com novos donos, Manchester City planeja a próxima década

Por Mike Collett

LONDRES (Reuters) - O presidente interino do Manchester City, Khaldoon Al Mubarak, disse nesta terça-feira que os novos donos do clube planejam levantar uma dinastia nos próximos dez anos, tendo o técnico Mark Hughes como peça-chave na construção do sucesso.

Em declaração no site do clube (www.mcfc.co.uk), Al Mubarak prometeu aos sofridos torcedores: “Nada radical vai acontecer, não vamos fazer loucuras.”

“Vamos trabalhar com Garry Cook (presidente) e Mark. Eles dão as cartas e nós estamos aqui para ajudar a construir um time sustentável”, acrescentou.

“Deixei claro a Mark que pode pedir qualquer jogador que quiser. É ele quem toma as decisões sobre futebol. Sou um torcedor, não um especialista”, disse.

“Estamos aqui como investidores de longo prazo, e faz sentido pensarmos em uma dinastia. Com Mark e Garry, acho que começamos uma.”

A compra do time do ex-dono Thaksin Shinawatra será finalizada ainda nesta terça-feira, deixando o xeque Mansour bin Zayed al Nahyan e seu grupo Abu Dhabi United Group a cargo do estádio do Manchester, que teve com principal reforço para a temporada o brasileiro Robinho.

CLUBE MAIS RICO

A chegada do bilionário do Oriente Médio torna o Man City o clube mais rico da liga inglesa, tomando o cetro sustentado nos últimos cinco anos pelo Chelsea, sob propriedade do russo Roman Abramovich.

Os novos donos do Man City mostraram a que vêm trazendo Robinho do Real Madrid no último dia oficial de transferência por 32,5 milhões de libras (cerca de R$118 milhões), valor recorde na Grã-Bretanha.

O Man City estreou bem na nova temporada e está em quinto na tabela, depois de massacrar o Portsmouth por 6 x 0 no domingo.

O clube foi campeão da Inglaterra em 1937 e 1968, venceu a FA Cup quatro vezes, a Copa da Uefa uma vez e a Copa da Liga duas vezes, sendo que a segunda vitória nesta competição, em 1976, foi sua última grande conquista.

Dez anos atrás o clube passou uma temporada na terceira divisão do Campeonato Inglês, e embora tenha subido para a primeira divisão há sete anos, há décadas o time vive à sombra de seu vizinho Manchester United.

Al Mubarak quer encerrar o domínio desfrutado pelo United - ou seja, os títulos inglês e europeu - e disse que o Man City pode ser bem sucedido desenvolvendo seus talentos juniores.

“O mandato que recebi do xeque Mansour é para passar todo o tempo possível na academia. Prometi a ele que vou fazer tudo que posso para garantir que esta academia seja a melhor, não só da Inglaterra mas da Europa.”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below