11 de Outubro de 2008 / às 16:00 / em 9 anos

Massa não tira proveito do bom desempenho de Raikkonen

Por Alastair Himmer

<p>O piloto da Ferrari, Felipe Massa, do Brasil, se prepara para sess&atilde;o de treino antes do Grande Pr&ecirc;mio do Jap&atilde;o de F&oacute;rmula 1, no dia 11 de outubro. Kimi Raikkonen deixou de lado seus fracos desempenhos e colocou-se na primeira fila do Grande Pr&ecirc;mio do Jap&atilde;o de domingo, enquanto seu companheiro de Ferrari e que briga pelo t&iacute;tulo, Felipe Massa, deu um passo atr&aacute;s. REUTERS/Issei Kato (JAPAN)</p>

FUJI (Reuters) - Kimi Raikkonen deixou de lado seus fracos desempenhos e colocou-se na primeira fila do Grande Prêmio do Japão de domingo, enquanto seu companheiro de Ferrari e que briga pelo título, Felipe Massa, deu um passo atrás.

Atual campeão mundial, Raikkonen foi o segundo mais rápido no treino oficial deste sábado, atrás apenas do líder do campeonato Lewis Hamilton, da McLaren, mas Massa se classificou apenas na quinta colocação.

Enquanto o “homem de gelo” voltou à sua antiga forma, ocupando uma posição na primeira fila desde junho, as esperanças de Massa foram se dissipando ao ver Heikki Kovalainen, da McLaren, e Fernando Alonso, da Renault, serem mais rápidos que ele.

Massa está sete pontos atrás de Hamilton e restando apenas três corridas para o final da temporada.

“É bom estar de volta,” disse Raikkonen. “Eu não tenho muito a perder. Farei o melhor que puder pelo time.”

“Eu ainda não estou onde quero estar, tem sido uma luta durante todo o tempo com o carro, mas aos poucos estamos chegando onde queremos estar no final.”

Raikkonen, que tirou uma diferença de 17 pontos para conquistar o título no ano passado com um apenas à frente de Hamilton, está 27 pontos atrás do britânico nesta temporada e efetivamente fora da briga pelo campeonato.

O finlandês voador recebeu ordens dos chefes da Ferrari para melhorar seu desempenho depois de uma série de quatro corridas sem marcar pontos e ajudar Massa e a Ferrari na busca pelo seu 16 título de construtores.

“Não olho para o campeonato com tanta freqüência agora. Acho que minhas chances são tão pequenas quanto no ano passado, então vou apenas tentar vencer corridas”, disse ele.

“Acredito que podemos ter um carro forte amanhã e vamos ver se podemos vencer. Nós, definitivamente, queremos correr para ganhar nas últimas três corridas e ver onde terminamos.”

A vontade de Raikkonen foi questionada depois de ele não conseguir vencer uma corrida desde o GP da Espanha, em abril, mas o piloto de 28 anos disse que queria terminar o ano em alta.

“Não tem sido fácil ultimamente nas corridas, mas trabalhamos muito e finalmente conseguimos um pequeno resultado”, disse o vencedor de 17 corridas.

“Estamos num bom lugar para a corrida e é uma boa posição para começar amanhã. Eu apenas vou tentar vencer algumas corridas e terminar bem as últimas três provas da temporada. Isso seria ótimo”, completou o campeão.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below