12 de Outubro de 2008 / às 22:08 / em 9 anos

Brasil faz 4 x 0 na Venezuela com trio Kaká, Robinho e Adriano

Por Pedro Fonseca

<p>O jogador brasileiro Robinho controla a bola em jogo contra a Venezuela, dia 12 de outubro. Dois gols em menos de 10 minutos abriram caminho para a goleada brasileira por 4 x 0 sobre a Venezuela, neste domingo, em San Crist&oacute;bal, resultado que levou o Brasil de volta &agrave; vice-lideran&ccedil;a das eliminat&oacute;rias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2010. REUTERS/Juan Carlos Hernandez (VENEZUELA)</p>

RIO (Reuters) - Dois gols em menos de 10 minutos abriram caminho para a goleada brasileira por 4 x 0 sobre a Venezuela, neste domingo, em San Cristóbal, resultado que levou o Brasil de volta à vice-liderança das eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2010.

Kaká e Robinho, os autores dos primeiros gols, conseguiram juntos dar criatividade ao ataque brasileiro diante da frágil defesa venezuelana. Em sua estréia pela seleção no ano, após recuperar-se de contusões, Kaká abriu o marcador logo aos 5 minutos, enquanto Robinho marcou uma vez em cada tempo para coroar mais uma boa partida com a camisa do Brasil.

O atacante Adriano foi o autor de outro gol da seleção, que voltou a vencer depois do frustrante empate sem gols com a Bolívia, em casa, na rodada anterior das eliminatórias. O Brasil agora ocupa o 2o lugar da competição, empatado em 16 pontos com a Argentina após 9 jogos, mas com vantagem no saldo de gols: 11 contra 7.

A liderança após o final do primeito turno ficou com o Paraguai, que tem 20 pontos. No sábado, o Brasil havia perdido a vice-liderança para os argentinos, que venceram o Uruguai por 2 x 1. Na quarta-feira, o Brasil enfrenta a Colômbia, no Rio de Janeiro, onde empatou com a Bolívia no mês passado.

O desafio para o técnico Dunga é fazer com que a equipe adquira regularidade, já que antes do empate com os bolivianos, no Engenhão, o time também vinha de uma boa vitória fora de casa sobre o Chile, por 3 x 0. Ao menos um desfalque é certo para o jogo no Maracanã: Adriano levou o segundo cartão amarelo e está suspenso.

ADRIANO DESENCANTA

Logo após começar o jogo no ataque, a Venezuela se viu diante de um bombardeio brasileiro. Foram dois gols em nove minutos e o terceiro aos 18, resolvendo o jogo antes da metade do primeiro tempo.

Ainda aos 5 minutos, Kaká invadiu a área pela direita e acertou um chute forte no alto, sem chances de defesa para o goleiro Renny Vega. Na comemoração, o meia atravessou o campo para cumprimentar o técnico Dunga, alvo de críticas devido aos resultados recentes da equipe.

O segundo gol foi marcado por Robinho, num bonito chute de longe, e Adriano, aproveitando bola cruzada na área por Elano, fez o terceiro gol do Brasil -- o primeiro gol do atacante pela seleção desde a Copa do Mundo de 2006.

A partir de então, o time passou a administrar a vantagem conquistada e aproveitou para economizar energia. A troca de passes laterais deu espaço para o time da casa procurar o ataque, especialmente no início do segundo tempo, mas encontrou pela frente o goleiro Júlio César.

Primeiro, o goleiro brasileiro salvou de forma incrível em duas finalizações de Arango dentro da pequena área, e depois teve que trabalhar bem mais uma vez numa finalização cruzada de Maldonado.

Quando voltou a forçar um pouco o ritmo, o Brasil chegou com facilidade ao quarto gol. O lateral-esquerdo Kléber fez um ótimo lançamento e encontrou Robinho livre dentro da área. O atacante teve apenas o trabalho de deslocar o goleiro para fazer seu segundo gol na partida.

A Venezuela é o maior “freguês” da seleção brasileira nas eliminatórias sul-americanas. Em 13 jogos, essa foi a 13a vitória da equipe. Entretanto, no jogo anterior entre os dois times, um amistoso, o Brasil tinha perdido por 2 x 0.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below