1 de Novembro de 2008 / às 18:11 / em 9 anos

Nalbandiam e Tsonga duelam em Paris por vaga na Masters Cup

Por Julien Pretot

PARIS (Reuters) - O argentino Davis Nalbandian e o francês Jo-Wilfred Tsonga vão disputar a última vaga para a Masters Cup de tênis que encerra a temporada na final do Master Series de Paris, no domingo, depois de vencerem suas respectivas semifinais neste sábado.

Nalbandian batalhou para garantir a vitória por 6-1, 5-7 e 6-4 sobre o russo Nikolay Davydenko, número 6 do mundo, enquanto o preferido da casa Tsonga bateu James Blake por 6-4 e 6-3.

O resultado acabou com as chances do norte-americano Blake de se classificar para o torneio que reune os oito melhores tenistas do ano.

A vitória de Tsonga significou a classificação do argentino Juan Martin del Potro para a Masters Cup de Xangai sem que o argentino sequer rebatesse uma bola hoje, já que ele foi eliminado nas fases iniciais do torneio.

Ele se junta a Rafael Nadal, Roger Federer, Novak Djokovic, Andy Murray, Andy Roddick e Davydenko no torneio, que começa no próximo dia 9.

Tsonga, que aos 23 anos chega à sua primeira final de Masters Series, começou o jogo de maneira arrasadora, abrindo uma vantagem de 3-1, após conquistar uma quebra de serviço no terceiro game.

Então ele confirmou seu saque para fechar o set quando Blake, que não conseguiu sequer uma chance de quebra no jogo todo, bateu um forehand para fora.

O vice-campeão do Aberto da Austrália manteve um alto nível de desempenho para conseguir mais uma quebra no início do segundo set, e assim Blake, que marcou apenas três pontos em devoluções de primeiros saques de Tsonga, pareceu resignado.

Tsonga fechou o jogo na primeira chance que teve.

Nalbandian, que tenta ser o primeiro jogador a conquistar dois títulos consecutivos em Bercy, venceu os dois primeiros games, concedeu apenas 13 pontos para Davydenko no set e fechou a primeira parcial com um bom saque depois de 28 minutos.

Nalbandian manteve a pressão em Davydenko, que teve que salvar duas chances de quebra do argentino no primeiro game do segundo set, antes de não confirmar seu serviço no terceiro.

O russo, que bateu Nalbandian na semifinal da Copa Davis em piso de borracha em setembro, se recuperou e quebrou o saque do argentino no quarto e no 12o games para empatar a partida.

Davydenko então cometeu uma série de erros não-forçados e não confirmou seu serviço no sétimo game do terceiro set, para então Nalbandian manter sua concentração e levar a vitória no segundo match point que teve.

“Eu sabia que em algum momento ele iria jogar melhor do que eu (no primeiro set)”, disse Nalbandian.

“Eu sabia que poderia ficar bem difícil e talvez eu possa ter relaxado um pouco demais. Ele jogou melhor a partir do segundo set.”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below