15 de Janeiro de 2009 / às 15:21 / em 9 anos

Raikkonen quer um ano mais instigante em 2009

Por Mark Meadows

<p>Kimi Raikkonen fez pouco caso na quinta-feira das especula&ccedil;&otilde;es em torno de seu futuro na Ferrari e disse que espera que a temporada seja mais excitante este ano, com os novos regulamentos da F&oacute;rmula 1. REUTERS/Stefano Rellandini</p>

MADONNA DI CAMPIGLIO, Itália (Reuters) - Kimi Raikkonen fez pouco caso na quinta-feira das especulações em torno de seu futuro na Ferrari e disse que espera que a temporada seja mais excitante este ano, com os novos regulamentos da Fórmula 1.

O campeão de 2007, que chegou ao terceiro lugar com dificuldade no ano passado, numa temporada decepcionante, está ansioso para ver se a nova aerodinâmica dos carros e outras modificações vão facilitar as ultrapassagens e garantir corridas mais emocionantes.

“Esperamos que isso melhore as corridas - é o que a Fórmula 1 precisa. O problema é que não sabemos realmente”, disse ele em coletiva de imprensa da Ferrari na estação de esqui de Madonna di Campiglio.

Especialistas questionaram sua motivação em alguns momentos da temporada passada, mas o piloto finlandês, que este mês vai participar do Rali do Ártico, rejeitou qualquer idéia de que tenha deixado de ser apaixonado pela Fórmula 1.

“Eu definitivamente quero ganhar corridas tanto quanto queria antes. Se não gostasse disso, não estaria aqui. O pessoal da Ferrari é bacana e fácil de se tratar”, disse ele.

“Ainda sou (campeão mundial), só não fui no ano passado. Não tenho razão alguma para mudar meu jeito de fazer as coisas.”

A mídia vem continuamente especulando sobre uma transferência do duas vezes campeão mundial Fernando Alonso da Renault para a Ferrari.

O jornal italiano Gazzetta dello Sport disse que um acordo secreto foi fechado para o piloto espanhol passar para a Ferrari em 2011, após o término do contrato de Raikkonen e seu colega de equipe Felipe Massa.

“Tenho um contrato para este ano e o ano que vem. Não me preocupo com especulações. Não sofro pressões de fora”, disse Raikkonen.

O chefe de equipe da Ferrari, Stefano Domenicali, que disse em tom afetuoso que o tímido Raikkonen “vive em seu próprio planeta”, se negou a comentar as especulações.

“Fernando é um grande piloto, mas estamos muito satisfeitos com Kimi e Felipe”, disse ele.

Massa, que no ano passado ficou em segundo lugar, atrás de Lewis Hamilton, da McLaren, também fez pouco caso das especulações.

“Ainda não o vi na equipe”, brincou o piloto brasileiro.

“Boatos não passam de boatos. Às vezes se confirmam, às vezes não. Tenho contrato até o fim do próximo ano e Kimi, também. Vamos ver se ele (Alonso) chega depois disso.”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below