2 de Março de 2009 / às 21:43 / em 9 anos

Começa julgamento de Castroneves por crimes fiscais nos EUA

Por Jane Sutton

<p>Piloto brasileiro H&eacute;lio Castroneves, 33, em foto de arquivo ap&oacute;s sair de corte federal em Miami, em outubro de 2008. Castroneves &eacute; acusado de crimes fiscais nos EUA em julgamento iniciado nesta segunda-feira. REUTERS/John Riley</p>

MIAMI (Reuters) - Os fãs de dança foram maioria em relação aos seguidores do automobilismo no início do julgamento do piloto brasileiro Hélio Castroneves, acusado nos Estados Unidos de crimes fiscais, nesta segunda-feira.

O bicampeão das 500 milhas de Indianápolis é acusado de não pagar impostos sobre os 5,5 milhões de dólares recebidos entre 1999 e 2004. Também serão julgados sua irmã, Katiucia Castroneves, e o advogado Alan Miller, acusado de conspirar com o brasileiro no esquema de fraude.

Apenas três pessoas levantaram as mãos quando o juiz perguntou aos 72 potenciais jurados se algum deles acompanhava o automobilismo profissional, mas pelo menos metade do total disse que assiste ao popular programa de TV da emissora ABC “Dancing With The Stars” (dançando com as estrelas), que Castroneves venceu há dois anos.

“Quem assiste ao programa? Todo mundo”, disse brincando o juiz Donald Graham.

Castroneves, de 33 anos, venceu o concurso de dança em 2007, e grande parte dos candidatos a formar o júri disse que reconhecia o nome dele. O juiz alertou que o status de celebridade do acusado não deveria interferir no veredicto.

“Você não decide um caso porque você acha que uma pessoa é famosa ou não”, disse o juiz.

O piloto brasileiro é acusado de usar empresas do Panamá e da Holanda para esconder parte do dinheiro que recebeu da equipe Penske e pelo direito de uso de seu nome e imagem. Ele mora em Coral Gables, subúrbio de Miami.

Ao entrar no tribunal vestindo um terno elegante e camisa azul-clara, Castroneves disse que era inocente e que estava confiante na vitória.

Pelas acusações de conspiração e evasão de impostos, ele pode pegar até 35 anos de prisão se condenado.

Os advogados do brasileiro pretendem alegar que Castroneves agiu de boa fé, aceitando conselhos de seus contadores e advogados, e que a lei de impostos aplicada no caso era “duvidosa”.

Entre as possíveis testemunhas de defesa estão três juizes, outros pilotos de corrida e o dono da equipe Penske, Roger Penske.

O juiz afirmou que o julgamento deve durar até seis semanas.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below