2 de Abril de 2009 / às 22:11 / 9 anos atrás

Rivais temem que Brawn seja imbatível na Malásia

Por Alan Baldwin

<p>Pilotos da Brawn GP, Jenson Button e Rubens Barrichello, posam ao lado dos carros e de membros da equipe no circuito de Sepang, na Mal&aacute;sia 02/04/2009 REUTERS/Shaiful Rizal</p>

SEPANG, Malásia (Reuters) - Só a chuva poderá impedir uma nova dobradinha dos pilotos Jenson Button e Rubens Barrichello, da Brawn GP, no Grande Prêmio da Malásia de Fórmula 1, no domingo, disseram adversários nesta quinta-feira.

“Vimos em Melbourne que a Brawn estava numa categoria diferente”, disse à Reuters Mario Theissen, dirigente da equipe BMW-Sauber. “O verdadeiro desempenho apareceu na qualificação e nas primeiras uma ou duas voltas da corrida. Depois disso, acho que eles não exploraram realmente seu potencial. Não vejo chance de seguir nesse ritmo.”

Button e Barrichello foram respectivamente primeiro e segundo colocados no grid de largada e no pódio da corrida. Foi a primeira dobradinha de uma equipe estreante nos últimos 55 anos.

Nico Rosberg, da Williams, que fez a volta mais rápida na corrida e nos treinos em Melbourne, também não tem muitas esperanças, há menos que o temporal previsto pela meteorologia aconteça durante a prova.

“Se não chover, a Brawn GP deve ganhar, e se chover as coisas podem ficar um pouco diferentes”, afirmou. “Mas a chuva é a única chance que todos nós (das outras equipes) temos, eu acho.”

O australiano Mark Webber, da Red Bull, fez coro: “A Brawn está em outro nível, obviamente, e ficará definitivamente assim nesta corrida (da Malásia), e aí vamos ver o que acontece na China.”

O polonês Robert Kubica, que bateu em Sebastian Vettel, da Red Bull, quando disputava o segundo lugar em Melbourne, também aponta favoritismo da Brawn na segunda etapa da temporada.

“É difícil prever como os carros vão desempenhar, mas o quadro geral das equipes ficará o mesmo”, disse ele a jornalistas.

A Brawn, acrescentou Kubica, “foi claramente a mais rápida nos dois últimos testes da pré-temporada, foi claramente a mais rápida na Austrália, e acho que será a mais rápida aqui.”

“Não estou esperando grandes milagres, mas pode ser que algumas equipes demonstrem um ritmo muito melhor”, ressalvou. “Vimos isso no ano passado com a Ferrari, sofrendo na Austrália e sendo claramente a mais rápida aqui. Espero que algumas equipes reduzam a diferença.”

Button, modesto, disse que isso pode acontecer. “É difícil dizer após uma corrida que somos realmente imbatíveis”, afirmou o inglês. “A Red Bull foi obviamente rápida, mais rápida do que esperávamos em Melbourne. Não achei que eles seriam a equipe que estaria na frente. Também acho que a Ferrari vai (nos) alcançar, como sempre, e também a BMW.”

“Parece estar muito apertado, parece que temos uma ligeira vantagem, e aí todos estão perto e no bolo. Isso deixa mais emocionante, e acho que diferentes pessoas vão se sobressair nesta corrida”, afirmou.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below