14 de Julho de 2009 / às 16:43 / em 8 anos

Webber comete erro primário após primeira vitória

Por Alan Baldwin

<p>O piloto Mark Webber, da Red Bull, que no final de semana venceu sua primeira corrida ap&oacute;s 130 largas na F&oacute;rmula 1. REUTERS/Kai Pfaffenbach</p>

LONDRES (Reuters) - O piloto Mark Webber, da Red Bull, cometeu um erro básico quando voltou da Alemanha para sua casa após a primeira vitória na Fórmula 1. Ele falhou em não desligar seu celular.

“Eu acho que cometi um erro de aprendiz”, confessou o australiano quando questionado sobre suas comemorações na noite de domingo após a vitória no Grande Prêmio da Alemanha.

“Nós voltamos ao Reino Unido na noite de domingo e o lado negativo foi que a Austrália estava apenas despertando”, ele disse no site da Red Bull (www.redbullracing.com).

“Eu fiquei no apartamento das nove da noite até as duas da manhã à medida que muitas pessoas entravam em contato comigo para me parabenizar. Eu não consegui desligar meu celular, então não dormi muito, é claro.”

A primeira vitória de Webber veio após 130 largadas, o maior número atingido por um piloto antes de vencer em 60 anos de história do campeonato, e fez dele o terceiro australiano a vencer um grande prêmio, depois de Jack Brabham e Alan Jones.

Webber recebeu cerca de 90 mensagens de texto depois dos treinos de classificação no sábado e mais 160 após a corrida. Também houve um e-mail do tricampeão Brabham e seu filho, David.

“A família Brabham sempre foi fantástica comigo”, ele disse. “Eu lembro 15 anos atrás, Jack me dizendo que ele sempre achou formidável vir e derrotar esses europeus, mesmo se ele não colocasse em termos tão diplomáticos assim.”

“Certamente uma pequena parte de minha vitória é para Jack, porque meu pai foi seu grande admirador e provavelmente eu não competiria sem a inspiração que Jack despertou na família Webber.”

Na segunda-feira, Webber foi à fábrica da Red Bull, em Milton Keynes, antes de participar de um jantar de caridade com o capitão australiano de críquete Ricky Ponting e jogadores.

“Como uma introdução à minha presença, eles tocaram a gravação da minha conversa com os boxes pelo rádio no momento em que eu cruzei a linha de chegada”, ele disse sobre a visita à fábrica. “Eu não tinha percebido quanto tempo fiquei gritando.”

“Há ainda muitas pessoas na fábrica com as quais eu trabalhei, nos meus dias de Jaguar, e passamos por muita coisa juntos.”

Webber também homenageou seu pai Alan, uma sossegada presença na garagem da maioria das corridas.

“Ele foi inacreditável, particularmente nos primeiros dias, porque quando se é muito jovem, na adolescência, você não pode tomar todas as grandes decisões por você e é preciso apoio”, disse Webber.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below