26 de Julho de 2009 / às 16:04 / 8 anos atrás

Lauda vê Schumacher como substituto ideal para Massa

Por Alan Baldwin

BUDAPESTE (Reuters) - O heptacampeão mundial Michael Schumacher, que se aposentou em 2006, teria que ser a primeira escolha da Ferrari para substituir o brasileiro Felipe Massa, afirmou o ex-campeão mundial Niki Lauda.

“Quem está disponível? Não há ninguém disponível que chegue próximo da performance de Michael. Estive pensando sobre isso, e não há ninguém”, afirmou o tricampeão mundial de F1 antes do Grande Prêmio da Hungria deste domingo.

Schumacher, de 40 anos, foi o piloto de maior sucesso na Fórmula 1, com 91 vitórias. Ele pendurou seu capacete no final de 2006 e não tem demonstrado sinal algum de querer voltar às pistas.

Seu empresário, Willi Weber, afirmou à agência de notícias alemã SID duvidar que Schumacher consideraria voltar à F1.

“Não vejo a possibilidade”, disse ele. “A Ferrari tem dois bons pilotos de testes que estão dispostos a assumir o posto se ele estiver disponível.”

A Ferrari quase certamente precisará de um piloto para substituir Felipe Massa, que sofreu um sério acidente depois de ser atingido na cabeça por uma peça solta na pista nos treinos de classificação de sábado para o GP da Hungria.

Massa estava em condição estáveis após sofrer uma cirurgia de emergência, mas o médico que o atendeu no hospital afirmou neste domingo que ele deverá permanecer sedado na UTI pelas próximas 48 horas.

A Fórmula 1 agora terá um intervalo de três semanas depois de Budapeste até a próxima corrida em Valencia, na Espanha, no dia 23 de agosto, e em seguida na Bélgica, no dia 30 de agosto.

Lauda, que voltou a pilotar em 1976 após um acidente quase fatal, afirmou que Massa poderá levar dois ou três meses antes de pensar em voltar a correr.

“Mas essa é uma questão que ninguém pode responder porque ninguém sabe o que Schumacher está fazendo”, disse o austríaco.

Lauda, que conquistou dois de seus títulos pela Ferrari, afirmou que se ele fosse o presidente da Ferrari, Luca di Montezemolo, então Schumacher seria a primeira pessoa para quem ele telefonaria.

“Para quem mais ele vai telefonar? Os pilotos de testes são imprestáveis, e não há outra pessoa se você for pensar”, afirmou o ex-piloto, de 60 anos.

“Mas essa é uma decisão basicamente dele (Schumacher), para ele considerar. Se ele não quiser, a idéia morre no mesmo segundo”, disse Lauda.

A Ferrari tem como reservas o italiano Luca Badoer, de 38 anos, que fez 49 corridas sem marcar um ponto sequer entre 1993 e 1999, e o espanhol Marc Gene, de 35 anos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below