31 de Janeiro de 2010 / às 15:22 / em 8 anos

Serena vence na Austrália e planeja novos triunfos

Por Julian Linden

<p>Serena Williams comemora vit&oacute;ria no Aberto da Austr&aacute;lia. REUTERS/David Gray</p>

MELBOURNE (Reuters) - Serena Williams deixou a Austrália neste domingo com uma mala cheia de troféus e determinada a acumular ainda mais prataria.

A norte-americana de 28 anos venceu o título de simples pela quinta vez e o de duplas pela quarta ao lado da irmã Venus, e não tem planos de parar.

“Não vejo o final ainda,” disse ela aos repórteres após a vitória em 6-4, 3-6 e 6-2 sobre a belga Justine Henin.

“Enquanto me sentir feliz e tiver prazer na quadra, vou continuar.”

O próximo grande desafio de Serena é Roland Garros, o grand slam onde foi menos bem sucedida até hoje. Ela triunfou no saibro parisiense em 2002 e nunca mais.

“Só venci uma vez, mas tudo bem, se não conseguir mais pelo menos tenho um título.”

“Meu objetivo é ficar em forma, porque planejo disputar simples e duplas em Paris. Se conseguir fazer isso e manter a forma, talvez tenha uma chance.”

Serena acumula 12 títulos de grand slam, juntando-se a Billie Jean King na sexta posição na lista de grandes campeãs, atrás de Margaret Smith Court (24 títulos), Steffi Graf (22), Helen Wills Moody (19), Martina Navratilova (18) e Chris Evert (18).

Embora não pense em se aposentar, Serena disse ser improvável alcançar qualquer uma das que a precedem - e por isso mira os homens.

MISSÃO 92K

Pete Sampras é o norte-americano mais bem colocado com 14 troféus, e Roger Federer é o líder no total com 15 títulos antes da vitória deste domingo sobre Andy Murray.

“Só quero alcançar Roger. Roger, por favor me deixe empatar,” disse Serena.

“Estava tentando chegar ao lado dele, mas ele não para de vencer. Eu fico dizendo ‘cara, para de vencer’. Ele é fantástico.”

Serena também pretende usar seu sucesso nas quadras para ajudar os menos afortunados.

Ela abriu uma escola na África e planeja dar aulas lá em março, e lançou a Missão 92K para levantar fundos para os sobreviventes do terremoto no Haiti.

O fundo leva esse nome porque esse foi o valor da multa que recebeu da Federação Internacional de Tênis por seu ataque verbal a uma juíza de linha no Aberto dos EUA do ano passado (92 mil dólares).

Serena se comportou bem na Austrália, e disse esperar que as pessoas a perdoem pelo arroubo em Nova York.

“Só quero que as pessoas saibam que está tudo bem cometer um erro se a gente aprender com ele,” disse ela.

“Um momento não define a carreira de uma pessoa, são os momentos acumulados. A multa foi um pouco exorbitante, mas é assim mesmo. Às vezes as coisas acontecem por um motivo.”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below