27 de Fevereiro de 2010 / às 15:51 / em 8 anos

Messi e Barcelona, as marcas mais midiáticas do mundo

MADRI (Reuters) - O jogador argentino Lionel Messi e seu clube, o Barcelona, são as marcas mais midiáticas do futebol mundial, segundo um estudo realizado por uma universidade espanhola.

Por sua parte, e graças às compras sem precedentes de jogadores, o Real Madrid passou do quinto para o segundo lugar na lista.

O Grupo de Investigação em Economia, Esporte e Intangíveis da Universidade de Navarra calculou o “valor midiático” analisando a presença dos protagonistas na internet e o volume de matérias da imprensa, e Messi ficou no topo da lista dos jogadores de futebol com 21,6 pontos.

A contratação recorde do português Cristiano Ronaldo pelo Real Madrid ficou em segundo com 19,6 pontos, seguido pelo atacante do Manchester United e da seleção inglesa, Wayne Rooney, com 13,6.

No entanto, o Barcelona --campeão mundial e europeu-- lidera a lista dos clubes com 96,6 pontos graças aos seis títulos que conquistou em 2009.

Em segundo está o Real, que chegou aos 83 pontos e deixou a quinta colocação, na qual o mesmo estudo o havia colocado em 2009.

O Manchester United está em terceiro com 65,4 pontos, seguido pelo Chelsea (59,7), Milan (56,2) e Liverpool (49,1).

“Nunca se havia produzido um crescimento similar em valor midiático em um período tão curto de tempo nas cinco temporadas em que realizamos o estudo”, afirmou o autor, Francesc Pujol, sobre o salto dado pelo Real.

O presidente do clube da capital espanhola, Florentino Pérez, gastou 340 milhões de dólares na compra de jogadores durante a pré-temporada.

Entre suas contratações, o Real investiu cerca de 127 milhões de dólares em Cristiano Ronaldo, 91 milhões em Kaká e 47 milhões entre o atacante francês Karim Benzema e Xabi Alonso.

Pujol, professor de economia, assinalou que o valor midiático do Real sugeria que o clube poderia ganhar mais em atividades comerciais, como venda de artigos, o que o ajudaria a compensar seus enormes gastos com os jogadores e seus salários.

Contudo, o pesquisador advertiu que o impulso inicial só se manteria se nas próximas temporadas o Real conseguisse se sair bem na Liga dos Campeões, a competição de clubes mais importante na Europa.

Reportagem de Iain Rogers

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below