14 de Março de 2010 / às 15:48 / em 8 anos

Alonso vence em estreia na Ferrari; Massa é segundo

Por Alan Baldwin

<p>Massa, Alonso e Hamilton comemoram ap&oacute;s GP do Barein. Fernando Alonso venceu o Grande Pr&ecirc;mio do Barein, prova inaugural da temporada, e fez dobradinha para a Ferrari com Felipe Massa neste domingo -- uma estreia de sonho para a equipe italiana.14/03/2010.REUTERS/Ahmed Jadallah</p>

MANAMA (Reuters) - Fernando Alonso venceu o Grande Prêmio do Barein, prova inaugural da temporada, e fez dobradinha para a Ferrari com Felipe Massa neste domingo -- uma estreia de sonho para a equipe italiana.

Em uma corrida liderada em grande parte pelo alemão Sebastian Vettel antes de sua Red Bull apresentar problemas, o espanhol comemorou a 22a vitória de sua carreira.

“Não há maneira melhor de iniciar o relacionamento”, disse o bicampeão mundial. “Estou na melhor equipe do mundo”.

Massa, ultrapassado por Alonso na primeira curva, teve que se contentar com a segunda colocação, 16 segundos atrás, em seu retorno às pistas após o acidente sofrido na Hungria em julho passado.

O britânico Lewis Hamilton, campeão de 2008, completou o pódio para a Mclaren, 23,1 segundos atrás de Alonso, com Vettel chegando em quarto após largar na pole.

“É uma pena, mas o que se vai fazer? De toda maneira, foi positivo todo o fim de semana, fora esse problema”, disse Vettel.

“Tudo estava indo bem, mas perdi potência faltando cerca de 20 voltas. Ainda não temos certeza sobre o que aconteceu, mas não foi bom. Felizmente pude continuar e terminar em quarto, mas na verdade devíamos ter vencido”.

SCHUMACHER EM SEXTO

O heptacampeão Michael Schumacher, voltando aos 41 anos e após três anos afastado, foi sexto com sua Mercedes, uma posição atrás do companheiro de equipe Nico Rosberg.

“Ultrapassar aqui é impossível e é esse tipo de ação que teremos com esse ambiente de estratégia de corrida”, disse ele.

Essa foi a primeira vitória de Alonso desde o Grande Prêmio do Japão de 2008. “Só vencemos a primeira corrida, mas conseguir a dobradinha é o resultado que todos em Maranello e na pista mereciam”, disse ele. “Estou bastante otimista para o resto da temporada”.

Em uma corrida sem abastecimentos e sob temperaturas escaldantes no circuito desértico e recém ampliado, Alonso obteve 25 pontos pela vitória de acordo com a nova pontuação, que agora premia os dez primeiros colocados.

Depois de estacionar, o espanhol ficou em pé no carro e comemorou socando o ar e batendo no peito antes de abraçar os mecânicos.

Na prova pouco empolgante a não ser nos momentos finais, o atual campeão Jenson Button começou mal a defesa do título ficando com a sétima colocação em sua estreia na McLaren.

A Lotus, escuderia que volta ao grid após uma ausência de 16 anos, provou ser a melhor das três novas equipes e foi a única com um carro ainda na pista ao final da competição.

O finlandês Heikki Kovalainen foi o 15o colocado, duas voltas atrás, e o italiano Jarno Trulli chegou em 17o, último dos classificados.

Os brasileiros Bruno Senna, da Hispania, e Lucas di Grassi, da Virgin, abandonaram a prova.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below