7 de Maio de 2010 / às 12:05 / em 8 anos

Red Bull lidera de novo na Espanha; Schumacher melhora

Por Alan Baldwin

<p>Piloto da Mercedes Michael Schumacher realiza curva durante o primeiro treino livre antes do Grande Pr&ecirc;mio da Espanha, em Barcelona. Schumacher voltou a acelerar na sexta-feira, novamente dominado pelos campe&otilde;es mundiais Lewis Hamilton e Jenson Button, da McLaren. 07/05/20100. REUTERS/Sergio Perez</p>

BARCELONA (Reuters) - Michael Schumacher deixou para trás o começo ruim de temporada e levou a Mercedes ao terceiro lugar nos treinos livres para o GP da Espanha, nesta sexta-feira, atrás da dupla da Red Bull Sebastian Vettel e Mark Webber.

Vettel, que foi pole em três das quatro corridas do ano, dominou uma ensolarada segunda sessão do treino completando a melhor volta do dia no Circuit de Catalunya em 1min19s965, à frente do australiano Webber.

O campeão mundial de 2008 Lewis Hamilton, com 1min21s134, e o atual campeão Jenson Button foram os mais velozes pela McLaren na primeira sessão do treino livre.

Schumacher, maior nome da história da categoria, mas que não tem conseguido superar seu jovem colega de equipe Nico Rosberg, também alemão, ficou em terceiro nas duas partes. Aos 41 anos, ele está de volta à Fórmula 1 após três temporadas de aposentadoria.

Voltando ao chassis que usara na pré-temporada, e equipado com um eixo mais longo e novas peças aerodinâmicas, o alemão pareceu ter aprovado as alterações, numa pista que rendeu 6 das 91 vitórias da sua carreira.

O heptacampeão ficou 0s582 atrás de Hamilton na parte inicial e a 0s792 de Vettel à tarde.

Rosberg, que subiu ao pódio nos últimos dois GPs, enquanto Schumacher abandonou na Malásia e foi só décimo na China, terminou o dia em sétimo.

O bicampeão Fernando Alonso, que pela primeira vez correrá no seu país pela Ferrari, marcou o quarto tempo à tarde. Seu companheiro Felipe Massa foi o oitavo, enquanto Rubens Barrichello terminou em 15o com a Williams.

O treino de sexta dá moral para a classificação oficial no sábado, que é crucial nesta prova -- o pole-position venceu o GP de Barcelona por nove anos consecutivos.

Mais atrás, o austríaco Christian Klien voltou à categoria como piloto reserva da Hispania (HRT), ocupando o lugar do indiano Karun Chandhok no treino matinal. Ele foi meio segundo mais rápido que seu colega de equipe, Bruno Senna.

O britânico Paul di Resta também voltou como reserva da Force India, no lugar do titular Adrian Sutil, e foi mais rápido que o outro piloto da equipe, Vitantonio Liuzzi.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below