25 de Junho de 2010 / às 18:42 / 7 anos atrás

Brasileiros contestam prêmio para Cristiano Ronaldo

Por Pedro Fonseca

<p>Atacante portugu&ecirc;s Cristiano Ronaldo foi eleito o melhor da partida contra o Brasil no empate em 0 x 0 das equipes. REUTERS/Kai Pfaffenbach</p>

DURBAN (Reuters) - Os jogadores da seleção brasileira saíram de campo insatisfeitos com a escolha do atacante português Cristiano Ronaldo como o melhor em campo no empate de 0 x 0 entre as equipes, nesta sexta-feira, e acusaram Portugal de estragar a partida com um jogo defensivo.

Brasil e Portugal, primeiro e terceiro colocados no ranking da Fifa e de quem se esperava uma partida cativante, não conseguiram balançar as redes nenhuma vez num jogo em que o número de cartões amarelos distribuídos (7) foi quase igual ao número de chutes no gol (8).

Mesmo assim, o atacante português Cristiano Ronaldo foi eleito pela Fifa o melhor jogador em campo. Uma boa arrancada no segundo tempo, na qual acabou desarmado pelo zagueiro brasileiro Lúcio, foi o melhor lance do jogador do Real Madrid, que só teve um chute certo na direção do gol brasileiro, defendido com facilidade por Julio César.

“É difícil falar em justiça. Respeito muito o Cristiano Ronaldo, sem dúvida ele é um grande jogador, mas acredito que hoje ele não foi o melhor em campo”, disse a repórteres o zagueiro Lúcio, que teve uma boa partida marcando o português.

Cristiano Ronaldo, que tornou-se o jogador mais caro do mundo ao ser negociado pelo Manchester United com o Real Madrid por 80 milhões de libras no ano passado, também foi eleito pela Fifa o melhor em campo na vitória de Portugal por 7 x 0 sobre a Coreia do Norte na rodada anterior do Mundial.

Naquela partida, Ronaldo, que marcou o último gol dos portugueses, reconheceu que o companheiro Tiago, autor de dois gols, merecia mais o prêmio que ele e inclusive ofereceu ao companheiro o troféu recebido da Fifa.

Os brasileiros, incluindo o técnico Dunga, exaltaram a atuação de Lúcio no jogo desta sexta-feira, e defenderam que ele fosse o escolhido. O atacante Nilmar questionou o fato de, em um jogo sem gols, um jogador de frente ser eleito o melhor em campo. Segundo ele, pesou o nome Cristiano Ronaldo.

“Acho que o melhor em campo hoje tinha que ser um zagueiro, e para mim particularmente o Lúcio foi muito bem. Mas a gente sabe que é assim mesmo”, disse o jogador, que foi titular do Brasil no lugar de Robinho, poupado.

Quando questionado sobre o prêmio dado ao português, o técnico Dunga também defendeu que Lúcio fosse o escolhido: “Ele interceptou todas as bolas, ganhou todas as divididas, saiu jogando, organizou. Agora, quem escolhe é que tem que ver o que o Ronaldo produziu neste jogo.”

Além das críticas ao prêmio de melhor em campo, a seleção também reclamou da postura defensiva de Portugal. Segundo eles, a equipe do técnico Carlos Queiroz entrou no jogo para empatar - resultado que os classificaria para as oitavas de final -, o que prejudicou a qualidade da partida.

“Foi pior que a Coreia do Norte”, resumiu o atacante Luís Fabiano, referindo-se ao jogo de estreia do Brasil na Copa, quando a seleção sofreu para furar a retranca do time asiático antes de vencer por 2 x 1.

Com o 0 x 0 , o Brasil, que já estava classificado por antecipação para o mata-mata, ficou em primeiro lugar do Grupo G, e Portugal avançou em segundo.

Edição de Eduardo Simões

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below