1 de Julho de 2010 / às 16:43 / em 7 anos

Dunga aponta Felipe Melo em condições; não confirma escalação

Por Pedro Fonseca

<p>Felipe Melo participa de sess&atilde;o de treino em Port Elizabeth, aumentando suas de chances de voltar ao time no jogo de sexta-feira contra a Holanda. 01/07/2010 REUTERS/Paulo Whitaker</p>

PORT ELIZABETH (Reuters) - O volante Felipe Melo participou normalmente do treinamento da seleção brasileira pelo segundo dia seguido nesta quinta-feira, mas o técnico Dunga não quis adiantar se o jogador será utilizado na partida das quartas-de-final contra a Holanda.

Felipe Melo é a principal dúvida da seleção brasileira para o jogo de sexta-feira, após ter desfalcado o Brasil na partida das oitavas de final contra o Chile, na vitória da seleção por 3 x 0, com uma lesão no tornozelo esquerdo sofrida no último jogo da primeira fase, diante de Portugal.

Nesta quinta, Felipe Melo foi a campo normalmente para o treinamento na Port Elizabeth Metroplitan University e participou sem mostrar qualquer sinal da contusão nos primeiros 30 minutos da atividade que foram abertos para a imprensa. O jogador já tinha treinado com o restante da equipe na quarta-feira, ainda em Johanesburgo, depois de ter passado os últimos dia sendo submetido a tratamento para a contusão.

“O Felipe está bem, treinou normalmente, e está em condições, mas essas lesões você tem que ver como vão reagir no dia após o treinamento”, disse Dunga em entrevista coletiva após comandar o último treino do Brasil antes do jogo com a Holanda.

Titular da seleção brasileira no início do Mundial, Felipe Melo deixou o campo lesionado contra Portugal ainda no primeiro tempo, após levar um pisão no tornozelo esquerdo do luso-brasileiro Pepe. A volta do jogador ao time seria uma ótima notícia para Dunga, que teria problemas para escalar o meio-campo do Brasil sem o volante.

O jogador foi substituído no jogo de segunda-feira contra os chilenos por Ramires, que no entanto está suspenso para a próxima partida. Além disso, a seleção também está desfalcada de Elano, com um edema ósseo no tornozelo direito que pode o deixar de fora do restante da competição. O meia foi até o local de treinamento da seleção nesta quinta, mas não entrou em campo.

Assim como Felipe Melo, Julio Baptista também treinou normalmente e deve ficar como opção no banco de reservas, após ter se recuperado de uma contusão no joelho esquerdo sofrida também no empate por 0 x 0 com Portugal.

Assim como aconteceu nos últimos três jogos do Brasil, a seleção não pôde fazer o chamado treino de reconhecimento de estádio na véspera da partida, uma vez que o gramado do Nelson Mandela Bay está entre os piores do Mundial. Castigado pela chuva, o campo tem recebido críticas constantes de jogadores e técnicos pelos inúmeros buracos e falhas.

Além do campo, que Dunga disse esperar ter “boas condições” para o jogo, o treinador demonstrou preocupação com o vento dentro do estádio, que fica localizado às margens de uma baía. Segundo o brasileiro, os jogadores terão ainda mais dificuldade devido à falta de estabilidade da bola usada na Copa do Mundo.

“O vento vai atrapalhar as duas equipes”, disse Dunga. “A bola tem uma trajetória muito complicada, se move muito e não tem uma direção precisa, e com o vento deve dificultar ainda mais.”

No início do treino da seleção, um pequeno grupo de torcedores brasileiros que se aproximou do campo carregando uma bandeira do Corinthians foi rapidamente retirado do local por policiais. Outros torcedores saudaram a chegada da seleção do lado de fora da universidade.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below