6 de Julho de 2010 / às 21:49 / em 7 anos

ENTREVISTA-Bruno Senna adverte contra aumento das "fechadas"

Por Alan Baldwin

<p>Para o piloto Bruno Senna, algo deve ser feito para evitar que os pilotos se "cortem" nas pistas. 26/03/2010 REUTERS/Daniel Munoz</p>

LONDRES (Reuters) - O brasileiro Bruno Senna quer que o diretor de provas da Fórmula 1, Charlie Whiting, veja o que pode ser feito para evitar que os pilotos “cortem” uns aos outros nas pistas.

“Está acontecendo muito este ano, os pilotos estão fazendo muito zigue-zague quando ultrapassam”, disse o piloto da Hispania (HRT) à Reuters em entrevista nesta terça-feira em preparação para o Grande Prêmio da Inglaterra de domingo.

“Com o tamanho das asas dianteiras que temos, todos estão perdendo as asas”, acrescentou o sobrinho do tricampeão Ayrton Senna.

“A quantidade de asas dianteiras danificadas ou perdidas e furos nos pneus traseiros é absurda”, continuou Senna. “Mesmo quando você não está lutando por posições, eles às vezes cortam na sua frente”.

“Acho que pode ser uma boa ideia (levantar o assunto com Whiting na reunião com os pilotos). Precisamos ver o que pode ser feito”.

Senna, cuja nova equipe ainda está longe de marcar um ponto e tem ficado várias voltas atrás quando tem a sorte de terminar a corrida, disse que o problema não afeta só retardatários como ele.

Ele tem a impressão de que os fiscais dão mais importância às grandes escuderias, cujos pilotos têm se queixado nesta temporada de estarem sendo atrapalhados pelos adversários das equipes novas e mais lentas.

COM O CARRO DE AYRTON

No recente GP de Valência, Senna e Timo Glock, da Virgin Racing, foram chamados pelos fiscais depois de colidirem enquanto lutavam por uma posição.

“Ele (Glock) causou um problema para os carros mais rápidos porque não abriu caminho rápido o suficiente”, disse o brasileiro. “É nisso que eles estavam pensando em termos de penalidades, não no incidente em si quando ele arrancou minha asa dianteira”.

“Então acho que temos que analisar isso com mais seriedade”.

Senna se preparou para ir a Silverstone neste final de semana conduzindo a McLaren que Ayrton pilotou em cinco vitórias em 1993, a temporada que antecedeu sua morte no circuito de Ímola com a Williams.

Ele já havia dirigido as Lotus usadas por seu tio em 1985 e 1986, além da McLaren de 1988, mas ainda assim foi um momento precioso - tão especial que Senna filmou a ocasião e a colocou para seu 74 mil fãs no twitter (@bsenna).

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below