16 de Outubro de 2010 / às 18:37 / em 7 anos

Federer enfrenta Murray na final de Xangai

Por Peter Simpson

<p>Federer durante jogo contra Novak Djokovic nos Masters de Xangai. O tenista n&uacute;mero tr&ecirc;s do mundo, Roger Federer, promete uma final de encher os olhos contra o renascido Andy Murray na final do Masters de Xangai. 16/10/2010 REUTERS/Aly Song</p>

XANGAI (Reuters) - O tenista número três do mundo, Roger Federer, derrotou Novak Djokovic por 7-5 e 6-4 neste sábado, prometendo uma final de encher os olhos contra o renascido Andy Murray na final do Masters de Xangai.

O sérvio e segundo cabeça-de-chave Djokovic esperava conseguir seu segundo título na semana após conquistar o Aberto da China na segunda-feira, mas desperdiçou quatro break points no primeiro set contra o suíço.

Federer já enfrentou Murray duas vezes este ano, derrotando-o na final do Aberto da Austrália mas perdendo para o britânico no Masters de Toronto em agosto.

“As condições são basicamente as mesmas que em Toronto, o que significa uma partida muito dura e exigente”, disse Federer sobra a final de domingo.

“Andy tem muito mais sensibilidade no slice. Ele trabalha o ponto de um jeito muito diferente de Novak. Isso pede um plano de ataque diferente”, acrescentou o terceiro cabeça-de-chave.

Murray disse estar ansioso para voltar a jogar com Federer.

“Sempre é uma grande experiência”, declarou o escocês aos repórteres após derrotar o argentino Juan Monaco em parciais de 6-4 e 6-1.

“Quando o enfrentei na final de Toronto, fui muito mais agressivo e não lhe dei muitas chances de ditar os pontos, especialmente no meu serviço.”

“Isso é algo que tenho que fazer contra ele se quiser vencê-lo”, observou Murray, que se recuperou de uma doença recentemente e ainda não perdeu nenhum set no torneio.

Em várias ocasiões ele levou Monaco à rede para em seguida disparar backhands poderosos e lobs na linha de fundo, chegando a quebrar as cordas da raquete em um contragolpe.

Favorito da plateia, Murray levou uma hora e 25 minutos para derrotar seu ex-parceiro de treino, selando a vitória com um ace.

Djokovic irá trocar de lugar com Federer no ranking depois da derrota, caindo de segundo para terceiro.

“Roger mereceu vencer”, disse o sérvio. “O primeiro set foi muito intenso e não aproveitei as chances que tive. Quando conseguiu o segundo ou terceiro breakpoint, ele aproveitou e fechou o set em 7-5.”

“Perdi um pouco a concentração e minha energia caiu no início do segundo set. Num piscar de olhos eu estava duas quebras atrás, em 4-1, então foi muito difícil virar o jogo nessa situação.”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below