28 de Outubro de 2010 / às 20:00 / 7 anos atrás

Fifa deixa discussão sobre escolha de Mundiais para sexta-feira

Por Brian Homewood

ZURIQUE (Reuters) - O comitê executivo da Fifa não discutiu os problemas no processo de escolha das sedes das Copas do Mundo de 2018 e 2022 nesta quinta-feira, primeiro dia de um encontro importante da entidade na Suíça. O assunto ficou para sexta-feira.

A Fifa vai escolher os países organizadores dos Mundiais de 2018 e 2022 em Zurique, no dia 2 de dezembro, mas o processo foi atingido por um escândalo de corrupção.

“2018 e 2022 não foram discutidos hoje e seguem na agenda para a segunda parte da reunião”, disse um porta-voz da Fifa à Reuters.

Com pouco mais de um mês antes da escolha, o formato da votação ainda não foi anunciado e ainda não está claro quantos integrantes do comitê executivo vão participar da eleição.

A Fifa informou que o encontro desta quinta-feira teve quatro horas de duração e contou com a presença de 22 membros do comitê. A Fifa não forneceu mais detalhes, assim como nenhum dos participantes do encontro.

Na semana passada, a Fifa suspendeu provisoriamente dois membros do comitê executivo -- o nigeriano Amos Adamu e o taitiano Reynald Temarii -- após ambos terem sido acusados de oferecer vender seus votos na escolha das sedes para repórteres disfarçados do jornal inglês Sunday Times.

Os dois não foram autorizados a participar do encontro do comitê executivo esta semana.

O comitê de ética da Fifa vai anunciar uma decisão final sobre a situação da dupla no dia 17 de novembro. O órgão pode ampliar a suspensão, o que deixaria a eleição do dia 2 de dezembro com apenas 22 eleitores, em vez de 24.

A Fifa também investiga acusações de troca de votos entre candidatos de 2018 e 2022, o que é proibido pelas regras.

A proposta conjunta de Espanha e Portugal para a Copa de 2018 negou acusações de que tenha fechado um acordo com o Catar, que é candidato ao torneio de 2022, para manipular o processo de votação.

Inglaterra, Rússia e Holanda/Bélgica são os outros candidatos para 2018. Japão, Coreia do Sul, Austrália e EUA concorrem com o Catar por 2022.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below