24 de Fevereiro de 2011 / às 14:01 / 7 anos atrás

Brasileiro Luiz Gustavo faz Bayern esquecer Van Bommel

Por Brian Homewood

<p>Luiz Gustavo, do Bayern de Munique controla a bola durante a partida amig&aacute;vel contra Al-Wakrah em Doha, em 8 de janeiro de 2011. REUTERS/Mohammed Dabbous</p>

MILÃO (Reuters) - Faz menos de um mês que o Bayern de Munique rompeu o contrato com o capitão Mark van Bommel, mas o volante holandês já faz parte de uma memória distante para os campeões alemães.

Luiz Gustavo, um jovem brasileiro praticamente desconhecido no País, deu uma nova dimensão ao meio-campo do Bayern ao jogar na antiga posição de Van Bommel, à frente dos zagueiros, na vitória da equipe sobre a Inter de Milão na Liga dos Campeões, por 1 x 0, na quarta-feira.

Ele precisou de apenas alguns minutos da partida no San Siro para mostrar que possui a mesma capacidade de Van Bommel de roubar bolas com carrinhos sem fazer faltas. Em duas ocasiões o volante desarmou o meia Wesley Sneijder, em jogadas que deixaram o holandês irritado pela não marcação de faltas.

Sneijder passou o resto da partida apagado, e então uma das principais armas da Inter estava anulada.

Luiz Gustavo, que normalmente joga como lateral-esquerdo, mostrou que ainda tinha muito mais a oferecer do que apenas a marcação.

O brasileiro teve duas boas oportunidades de gol nos primeiros 20 minutos, e sua saída de bola foi superior a de Van Bommel. Luiz Gustavo só não representa ainda a mesma liderança em campo que o ex-capitão.

“Claro que foi uma estreia muito boa para ele na Liga dos Campeões”, disse o técnico do Bayern Louis van Gaal -- um dos poucos técnicos no futebol atual que comenta atuações individuais de jogadores -- após a partida.

Van Bommel, que passou quatro anos e meio no Bayern e foi o primeiro capitão não alemão do time, foi negociado com o Milan em janeiro. Muitos apostavam que o clube teria problemas em preencher o espaço aberto pela saída do holandês, mas Luiz Gustavo pode ser a solução.

O brasileiro, de 23 anos, foi contratado há menos de um mês do rival alemão Hoffenheim, afirmando que estava pronto para tudo e que preferia jogar no meio-campo em vez da lateral.

Luiz Gustavo é mais um entre muitos brasileiros que vão tentar a sorte na Europa sem praticamente ter jogado no Brasil. Nascido em Pindamonhangaba (SP), ele jogou por dois times de Maceió antes de ser contratado pelo Hoffenheim em 2007.

Ele já afirmou em uma entrevista que consideraria tornar-se cidadão alemão se tiver a oportunidade.

“Eu admiro a disciplina, a pontualidade e o modo como as pessoas se comportam com honestidade”, disse ele logo após a transferência para o Bayern.

“Se você acerta alguma coisa com alguém aqui, isso é honrado, seja um convite para jantar ou um contrato. Infelizmente no Brasil não é assim.”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below