19 de Março de 2011 / às 15:22 / em 7 anos

Djokovic e Federer vão se enfrentar na semifinal de Indian Wells

Por Mark Lamport-Stokes

<p>O s&eacute;rvio Novak Djokovic devolve a bola para o franc&ecirc;s Richard Gasquet durante partida do torneio Indian Wells ATP em Indian Wells, Calif&oacute;rnia. 18/03/2011 REUTERS/Danny Moloshok</p>

INDIAN WELLS, Estados Unidos (Reuters) - O sérvio Novak Djokovic jogou bem na partida em Indian Wells da sexta e vai enfrentar Roger Federer para uma vaga na final do torneio. A partida também coloca em jogo a posição de segundo melhor tenista do mundo do suíço.

Djokovic, o tenista número três, e Federer, que foi campeão por três vezes do torneio, vão competir no sábado por uma posição no evento ATP Masters 1000.

O sérvio estendeu a sua invencibilidade na temporada para 16 partidas ao vencer por 6-2 e 6-4 o francês Richard Gasquet, enquanto Federer deixou para trás o seu compatriota e companheiro em partidas de duplas Stanislas Wawrinka por 6-3 e 6-4.

Ainda que Gasquet tenha quebrado o serviço de Djokovic no segundo game de cada set, Djokovic conseguiu manter a calma e aproveitar os erros não forçados do adversário para vencer em uma hora e 35 minutos.

“Este tem sido o melhor momento da minha carreira. Venci um grand slam, a Copa Davis e estou jogando muito bem em Indian Wells,” disse Djokovic depois do jogo.

“Confiança é muito importante para um tenista. E isto diz tudo sobre como eu venho jogando nesses dias,” acrescentou.

O sérvio de 23 anos conseguiu vencer um torneio grand slam pela segunda vez no Aberto da Austrália em janeiro e teve o seu 20o título da ATP ao vencer o torneio de Dubai.

Gasquet, que surpreendeu ao eliminar o oitavo cabeça de chave Andy Roddick, disse que sofreu com as devoluções de Djokovic depois dos seus saques, que ele classificou como a melhor entre os tenistas.

“As devoluções de bola dele são incríveis. Então, foi difícil marcar pontos durante o meu saque e isso me prejudicou muito. Para mim, Djokovic tem a melhor devolução de saque se comparado com Rafa (Nadal) e Roger,” disse.

Federer melhorou a sua performance no ano para 18 vitórias e 3 derrotas após uma boa partida contra Wawrinka, o que significou a sua oitava vitória em nove partidas contra o compatriota. “Estou muito feliz, foi uma boa maneira de começar o ano,” disse o jogador que venceu 16 torneios de grand slam.

Federer quebrou o serviço de Wawrinka uma vez em cada set para garantir presença na partida semifinal contra Djokovic. O suíço garantiu que a possibilidade de perder a posição de tenista número dois do mundo não muda nada a sua estratégia de jogo.

“Quando você vai enfrentar alguém que está também entre os cinco melhores, não importa o que está em jogo. Você só quer vencer, não importa se é final ou se o ranking está envolvido,” disse o suíço.

A outra semifinal, que vai ser jogada neste sábado, tem o espanhol e número um do mundo Rafa Nadal contra o argentino Juan Martin del Potro. O canhoto Nadal sofreu para vencer o croata Ivo Karlovic por 5-7, 6-1 e 7-6, enquanto del Potro conquistou a vaga na partida quando o seu adversário, o espanhol Tommy Robredo, desistiu do jogo com uma contusão.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below