27 de Março de 2011 / às 16:41 / em 7 anos

Vettel evita deslumbramento após vitória inaugural

Por Nick Mulvenney

<p>Um Sebastian Vettel t&iacute;mido se mostrou determinado a n&atilde;o se deixar empolgar com a espantosa largada na defesa de seu t&iacute;tulo mundial no Grande Pr&ecirc;mio da Austr&aacute;lia deste domingo. REUTERS/Daniel Munoz</p>

MELBOURNE (Reuters) - Um Sebastian Vettel tímido se mostrou determinado a não se deixar empolgar com a espantosa largada na defesa de seu título mundial no Grande Prêmio da Austrália deste domingo.

Apesar de deixar seus rivais para trás no treino classificatório e em seguida obter uma vitória da largada à bandeirada, o piloto de 23 anos da Red Bull disse estar empolgado sobretudo por ter completado sua primeira corrida em Melbourne após quatro tentativas.

“Não gosto muito da palavra soberano neste ponto,” disse o alemão aos repórteres. “Ontem (sábado) foi um ótimo dia para nós e a distância sobre Lewis (Hamilton) e a McLaren foi boa. Entretanto sempre digo à equipe, é uma longa temporada.”

“Fizemos uma ótima corrida hoje, ganhamos muitos pontos e nos divertimos, o que é ainda mais importante, e agora temos que dar um passo de cada vez.”

“Será bastante disputado, mas o mais importante é terminar. O carro estava rápido desde o primeiro momento, mas também muito confiável.”

O ritmo de Vettel foi ainda mais impressionante dado que o chefe de equipe, Christian Horner, decidiu não usar o sistema KERS, que confere um breve ganho de potência ao carro, por causa de problemas de confiabilidade.

Recusando-se num primeiro momento a debater o assunto, Vettel por fim se abriu ao saber que Horner deixou o segredo vazar.

“Ele poderia ter me dito primeiro, eu apertei o botão a corrida inteira e nada acontecia,” brincou.

“É algo de que não nos orgulhamos, e deveríamos encontrar uma solução até a Malásia,” acrescentou, referindo-se à segunda prova do campeonato no dia 10 de abril.

“Não dá para contar só com um carro confiável, e tudo funcionando bem, você quer usar tudo que puder para fazer o carro andar mais rápido.”

“O KERS é uma das coisa básicas este ano e com certeza há um ganho de desempenho.”

PREOCUPAÇÕES DE WEBBER

Seu companheiro de equipe, Mark Webber, teve um dia menos proveitoso, lutando para manter o ritmo e se contentando com a quinta colocação, ainda seu melhor resultado em casa.

“Teria sido frustrante onde quer que eu estivesse,” disse o piloto de 34 anos, que ficou em terceiro na disputa do título do ano passado.

“Estava dando o máximo que podia, mas sem conseguir grande coisa. Parecido com ontem. Não consegui me manter no ritmo o fim de semana todo, e obviamente vamos analisar o por que disso.”

Vettel, entrementes, comemorou com uma luta de bolo de aniversário com David Coulthard, ex-piloto da Red Bull que fez 40 anos neste domingo, e que também prometeu agrados aos seus mecânicos.

“No geral, muito, muito feliz, trabalhamos muitas e muitas horas,” disse ele. “Os mecânicos podem ter pizza e cerveja hoje à noite, o que é uma bela recompensa.”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below