10 de Abril de 2011 / às 14:22 / em 7 anos

Vettel não falha e vence na Malásia

Por John O‘Brien

<p>Sebastian Vettel da Alemanha comemora o 1o lugar no Grande Pr&ecirc;mio da Mal&aacute;sia, sua segunda vit&oacute;ria de ponta a ponta em duas corridas disputadas na temporada 2011 da F&oacute;rmula 1. 10/04/2011 REUTERS/Bazuki Muhammad</p>

SEPANG, Malásia (Reuters) - Sebastian Vettel venceu o Grande Prêmio da Malásia neste domingo, registrando sua segunda vitória de ponta a ponta em duas corridas disputadas na temporada 2011 da Formula 1, na qual defende o título.

Jenson Button da McLaren chegou em segundo lugar, à frente de Nick Heidfeld que aproveitou um início brilhante para levar a Renault ao pódio.

“Grande trabalho. No calor, mantivemos nossas cabeças frias. Obrigado,” disse via Vettel aos membros da equipe Red Bull, via rádio, após vencer sua quarta corrida seguida.

O colega de equipe de Vettel, Mark Webber, foi bem ao conseguir o quarto lugar após um início ruim no qual os dois carros da Red Bull abandonaram o KERS (Sistema de Recuperação de Energia Cinética) no meio da corrida por problemas de confiabilidade.

Numa tarde em que os pneus foram fundamentais e com a ameaça de chuva sempre presente, Vettel fez uma corrida sem falhas na frente e passou pela onda de pit stops com um mínimo de esforço.

“Eu acho que ele foi o cara mais frio aqui hoje -- a postura no carro, a forma como ele controlou a corrida, cuidou dos pneus, fez o que precisava quando teve de fazer,” disse o dono da Red Bull, Christian Horner, aos repórteres.

As Ferraris de Felipe Massa e Fernando Alonso chegaram em quinto e sexto lugares, com Lewis Hamilton terminando em sétimo na outra McLaren após ele e Alonso colidirem quando lutavam pelo terceiro lugar mais cedo.

As Renaults aproveitaram melhor seu início, com Heidfeld e o russo Vitaly Petrov pressionando e deixando para trás as Ferraris e Webber e ameaçando as McLarens e Red Bulls na frente.

Heidfeld chegou em segundo lugar e segurou Hamilton após a primeira troca de pneus, quando uma parada mal-feita o derrubou na classificação e ele lutou no final da corrida para igualar o terceiro lugar de Petrov em Melbourne.

CORRIDA CONFUSA

Uma vez que Hamilton se distanciou de Heidfeld, o britânico começou a ameaçar a liderança de Vettel, mas duas paradas tardias o fizeram perder a posição para Button, que apesar de ter um carro mais rápido que o seu colega de equipe, jamais foi capaz de ameaçar o líder.

“Foi realmente uma corrida confusa de certa forma, entender ou tentar entender os pit stops e se vale poupar ou não os pneus, é complicado,” disse Button said.

Kamui Kobayashi da Sauber, Michael Schumacher da Mercedes e Paul di Resta da Force India foram os três últimos pontuadores.

Webber teve um início lamentável e caiu para o 10 lugar enquanto lutava com o sistema KERS que a Red Bull optara em não utilizar na abertura da temporada na Austrália.

Correndo com uma estratégia de quatro paradas, o que melhor lhe aconteceu foi o choque entre Alonso e Hamilton que os forçaram a ir para os boxes.

“É difícil abrir vantagem quando alguém tem um KERS melhor,” disse Webber. “De qualquer maneira, foi um GP interessante e nós seguimos aprendendo. Não foi o nosso dia ainda mas estou lutando para que ele chegue.”

O bi-campeão Fernando Alonso da Ferrari evoluiu no decorrer da prova e estava batalhando por posição com Hamilton na 45 volta quando danificou sua asa após bater na traseira da McLaren.

O espanhol parou imediatamente, enquanto Hamilton optou por mudar os pneus de seu carro danificado e Heidfield and Webber o ultrapassaram a quatro voltas do final.

“Obviamente eu estava perto, a asa traseira não funcionou na última parte da corrida, então eu não pude ultrapassá-lo (Hamilton) na reta que era a melhor possibilidade,” disse Alonso.

“Infelizmente tocamos um no outro, Eu quebrei a asa dianteira e tive que parar nos boxes novamente. Isso me custou o pódio hoje, mas tentaremos de novo na China.”

Vettel foi a 50 pontos com a vitória, 24 a frente de Button com Hamilton em terceiro com 22. A próxima corrida é o GP da China, em Shangai.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below