8 de Maio de 2011 / às 13:48 / em 7 anos

Vettel empolga com dobradinha da Red Bul na Turquia; Massa é 11o

Por Alan Baldwin

<p>Sebastian Vettel, da Red Bull, comemora ao vencer o GP da Turquia de F&oacute;rmula 1 neste domingo. REUTERS/Murad Sezer</p>

ISTAMBUL (Reuters) - O campeão da temporada passada de Fórmula 1 Sebastian Vettel venceu o Grande Prêmio da Turquia neste domingo com dobradinha da Red Bull. O resultado é especialmente importante já que, no ano passado, a mesma corrida foi vergonhosa para a equipe.

A terceira vitória de Vettel em quatro corridas nesta temporada aumentou a sua vantagem na liderança para 34 pontos sobre Lewis Hamilton, da McLaren, que ficou apenas em quarto neste domingo.

O piloto alemão de 23 anos liderou desde a pole position, a quinta consecutiva, e nunca aparentou ter a sua posição ameaçada em uma tarde ensolarada no Istanbul Park. Quem estava lá pode acompanhar, também, o ressurgimento da Ferrari e uma decepcionante McLaren.

O australiano Mark Webber, que viu a sua vitória no ano passado virar pó depois que os dois pilotos da Red Bull bateram um contra o outro no final da prova, conseguiu terminar em segundo depois de uma emocionante batalha com Fernando Alonso, da Ferrari.

“A briga com Fernando foi um pouco inesperada. Ele dirigiu de maneira brilhante, mas, no fim, eu tinha um jogo de pneus mais novo e consegui fazer o serviço,” disse Webber.

O espanhol Alonso acabou em terceiro e conseguiu o primeiro pódio da equipe desde novembro passado no Brasil. “Estamos no caminho certo, mas este foi apenas o primeiro passo,” disse.

A 13a vitória da carreira de Vettel, e a sexta nas últimas oito, foi a primeira na Turquia. Nas outras duas provas que correu no circuito, ele garantiu a pole, mas não conseguiu vencer.

TRADIÇÃO TURCA

“Seb, seu lindo,” berrou o chefe da equipe Christian Horner para o seu piloto, que bateu forte no treino livre da sexta, quando ele conseguiu cruzar a linha de chegada.

Vettel tem 93 pontos contra 59 de Hamilton e 55 de Webber. O alemão também manteve uma tradição na Turquia, já que o vencedor veio da primeira fila em todas as sete corridas realizadas no circuito.

O alemão Nico Rosberg foi o quinto para a Mercedes e o britânico Jenson Button foi o sexto. Os pilotos da Renault Nick Heidfeld e Vitaly Petrov foram, respectivamente, sétimo e oitavo, seguidos por Sebastien Buemi, da Toro Rosso, em nono. O japonês Kamui Kobayashi, largando de trás por não conseguir estabelecer um tempo no classificatório, conseguiu conquistar o último ponto em disputa para a Sauber.

O brasileiro Felipe Massa foi o 11o e Rubens Barrichello ficou na 15a posiçãõ

A Mercedes teve uma tarde decepcionante depois de um promissor treino classificatório. O campeão da modalidade por sete vezes Michael Schumacher bateu em Petrov e terminou em 12o. “Foi um erro mais meu do que dele --de repente, nós estavamos no mesmo espaço. Eu acabei perdendo a minha asa direita,” disse o alemão para a BBC.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below