31 de Maio de 2011 / às 17:12 / em 6 anos

Blatter abre Congresso da Fifa com alerta sobre riscos

Por Mike Collett

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, fala durante cerimônia de abertura do 61o congresso da entidade em Zurique, Suíça. 31/05/2011 REUTERS/Arnd Wiegmann

ZURIQUE (Reuters) - O presidente da Fifa, Joseph Blatter, abriu oficialmente o 61o congresso da entidade nesta terça-feira e fez um alerta sobre os riscos vividos pela federação internacional de futebol.

Blatter, que deu as boas-vindas aos 208 delegados numa cerimônia de abertura que incluiu apresentações de dança e a cantora Grace Jones, disse que ele falará com mais detalhes sobre os problemas vividos pela Fifa, antes do início da parte mais comercial do congresso, a partir de quarta-feira.

Entretanto, ele alertou: “Achei que estávamos vivendo em um mundo de jogo limpo, respeito e disciplina, mas devo infelizmente dizer que esse não é mais o caso porque a nossa pirâmide, a famosa pirâmide da Fifa, está de repente em dúvidas em sua base e há riscos.”

A Fifa foi alvo de uma série de denúncias nos últimos meses envolvendo membros de seu comitê executivo.

Dois presidentes de confederações, Mohamed Bin Hammam, da Ásia, e Jack Warner, da Concacaf, foram banidos do congresso e suspensos de todas as suas atividades no futebol por suspeita de compra de votos na eleição para a presidência da entidade, na quarta-feira.

Blatter acrescentou: “Amanhã, queridos amigos, quando eu abrir a agenda do congresso, vou falar sobre o perigo e vou dizer como nós podemos combater essa ameaça de perigo, como o nosso esporte pode cumprir seu papel de reunir as pessoas no futuro.”

NOVO MANDATO

“Esta noite queremos nos reunir num clima de festa, mas para manter o fascínio do nosso esporte nós devemos respeitar isso, depende de todos nós. É o nosso esporte, todos nós temos a responsabilidade de protegê-lo e isso é o que queremos fazer. Estou certo que vamos conseguir isso.”

Blatter deve ser reeleito na quarta-feira por aclamação para um quarto mandato, apesar de algumas federações, incluindo Inglaterra e Escócia, terem pedido o adiamento da eleição, em que o suíço é candidato único.

O presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Jacques Rogge, disse à Fifa que o futebol não é o único esporte com problemas, e lembrou o caso de compra de votos no COI na votação da sede dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2002 em Salt Lake City.

Em aparente apoio a Blatter, que é membro do COI como presidente da Fifa, Rogge disse aos delegados: “A Fifa está enfrentando acusações e controvérsias. Treze anos atrás nós tivemos os mesmos problemas nos Jogos de Salt Lake City. O COI, entretanto, no fim saiu como uma organização mais forte. Tenho certeza que a Fifa pode sair mais forte disso tudo.”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below