10 de Junho de 2011 / às 13:33 / em 6 anos

FIA pede a Ecclestone que confirme cancelamento de GP do Barein

Por Alan Baldwin

Direção da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) pediu ao chefe da área comercial da Fórmula 1, Bernie Ecclestone (foto), que confirme o cancelamento do Grande Prêmio do Barein. REUTERS/Osman Orsal

LONDRES (Reuters) - A direção da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) pediu nesta sexta-feira ao chefe da área comercial da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, que confirme o cancelamento do Grande Prêmio do Barein.

Os organizadores do GP do Barein disseram em comunicado na quinta-feira aceitar que a prova, adiada em março por causa dos sangrentos distúrbios no país, seja cancelada neste ano, depois que equipes se opuseram à sua realização em outra data.

“Diante do comunicado do Circuito Internacional do Barein, estamos agora esperando que o detentor dos direitos comerciais sugira um novo calendário ao Conselho Mundial de Esporte Motor”, disse um porta-voz da FIA.

Neste fim de semana Ecclestone estará em Montreal para o Grande Prêmio do Canadá, enquanto o presidente da FIA, Jean Todt, irá à corrida 24 horas Le Mans, na França. Ecclestone já havia dito que uma votação por fax poderia ser realizada rapidamente para resolver a questão do Barein.

A solicitação da FIA é uma formalidade meramente burocrática, já que tecnicamente a corrida do Barein, remarcada para 30 de outubro, permanece mo calendário de 2011 até que os 26 membros do conselho concordem em removê-lo.

Todt já havia pedido a Ecclestone, antes da divulgação do comunicado do Barein, que reexaminasse o calendário aprovado pelo conselho na sexta-feira passada e se necessário enviasse um novo, revisado.

O novo calendário deve incluir a mudança de data do primeiro GP da Índia, em Nova Délhi, cujo circuito ainda tem de ser aprovado. Ele voltará para a data de 30 de outubro, que seria destinada ao Barein, em vez de 11 de dezembro.

A entidade que representa 11 das 12 equipes competidoras, a Fota, havia se oposto ao remanejamento da prova do Barein, alegando questões logísticas e securitárias.

Sem a aprovação unânime e por escrito das equipes, não pode haver alteração no calendário fixado antes do início da temporada.

“Nós apoiamos a idéia da prova no Barein, um país que sempre nos acolheu com entusiasmo, assim que as condições de segurança tiverem sido restabelecidas, mas nós sentimos que há questões fundamentais relacionadas à logística se for remanejada essa corrida, algo que tem de ser reconsiderado”, disse a Fota em uma carta enviada à FIA na terça-feira.

“Como havíamos planejado o dia 30 de outubro para o Grande Prêmio da índia, uma mudança nessa data iria prejudicar gravemente nosso cronograma de transporte já definido.”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below