12 de Junho de 2011 / às 19:16 / em 6 anos

Chuva pesada interrompe GP do Canadá de F1

Por Steve Keating

Safety car à frente da Red Bull de Sebastian Vettel e da Ferrari de Fernando Alonso, debaixo de chuva, no GP do Canadá de Fórmula 1. 12/06/2011 REUTERS/Chris Wattie

MONTREAL (Reuters) - O Grande Prêmio do Canadá de Formula 1 foi paralisado após 25 voltas das 70 previstas por causa da chuva torrencial.

O atual campeão e pole position Sebastian Vettel, da Red Bull, estava na liderança quando a corrida recebeu bandeira vermelha e os carros tiveram que parar no grid de largada em consequência da chuva que caía no circuito Gilles Villeneuve.

O brasileiro Felipe Massa, da Ferrari, estava em terceiro, atrás de Kamui Kobayashi, da Sauber.

A corrida foi a primeira disputada em pista molhada nesta temporada, deixando o circuito ainda mais traiçoeiro.

“É muito perigoso, (o diretor de prova) Charlie (Whiting) fez a coisa certa em parar a corrida”, disse o chefe da Red Bull, Christian Horner. “Em condições como essas, pilotos são apenas passageiros. A água passa sob o carro, ele fica sem direção, e um acidente é fácil de acontecer, especialmente com as muretas tão perto”.

A pista molhada resultou no primeiro safety car da temporada, com o carro ficando na pista durante as primeiras quatro voltas.

As condições, com chuva forte, spray e poças d‘água, tornou a tarde difícil, com pilotos e carros derrapando e rodando pelo circuito.

“Não dá para dirigir, não dá”, disse Vettel no rádio da equipe.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below