14 de Junho de 2011 / às 13:00 / em 7 anos

Arsenal espera período movimentado no mercado de transferências

Por Christopher Johnson

LONDRES (Reuters) - O presidente-executivo do Arsenal, Ivan Gazidis, prometeu que os próximos meses serão movimentados no mercado de transferências, e afirmou que o clube quer fortalecer sua equipe depois de uma temporada classificada por ele como profundamente decepcionante.

Gazidis disse que as dificuldades da equipe, que terminou em quarto lugar no Campeonato Inglês, e completou a sexta temporada consecutiva sem um troféu, precisavam ser reconhecidas e retificadas.

“Será um verão muito ativo. Espero estar ocupado e Arsene (Wenger, técnico da equipe), espera estar ocupado”, disse Gazidis em uma reunião do Arsenal Supporters Trust no Estádio Emirates na segunda-feira.

“Estamos trabalhando duro durante esse final de temporada -- muito duro.”

Ao ser perguntado se o clube já havia conversado com alguém no mercado de transferências, Gazidis respondeu: “Sim, muitas pessoas.”

No entanto, ele não deu maiores detalhes e também se recusou a responder às perguntas sobre o futuro dos meio-campistas Cesc Fábregas e Samir Nasri, que segundo informações, poderiam se mudar para outros clubes.

“Nesse final de temporada, não posso dizer nada além de que, como vocês, tenho uma sensação de profunda decepção. Tivemos uma temporada que prometia muito, que parecia que se tornaria uma temporada muito especial para nós. Mas no final, uma história muito familiar começou a acontecer”, afirmou.

O Arsenal teve alguns sucessos na última temporada, derrotando o Barcelona, o Manchester United e o Chelsea em casa, e, em fevereiro, falava-se que a equipe poderia conquistar quatro títulos.

No entanto, em rápida sequência, o Arsenal perdeu a final da Copa da Liga Inglesa para o Birmingham City, foi eliminado da Liga dos Campeões pelo Barcelona e encerrou a temporada com uma série de derrotas e empates, fechando o Campeonato Inglês com 12 pontos atrás dos campeões do Manchester United.

Gazidis disse que foi tão difícil para ele quanto para qualquer outro torcedor do Arsenal assistir aos últimos jogos da temporada.

Ele ressaltou que as novas contratações precisariam ser feitas considerando os recursos do clube, política que irritou alguns dos torcedores que vem observando com inveja os rivais Chelsea e Manchester City, que dependeram de proprietários multimilionários para financiar suas transferências de jogadores.

Reportagem de Christopher Johnson

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below