18 de Julho de 2011 / às 18:29 / 6 anos atrás

Paraguai fará o impossível para ser finalista, diz técnico

BUENOS AIRES (Reuters) - A seleção de futebol do Paraguai não é a favorita e fará o impossível para alcançar o objetivo de disputar a final da Copa América, disse o técnico da equipe, o argentino Gerardo Martino, um dia depois de ter eliminado o bicampeão Brasil nos pênaltis.

O técnico da seleção do Paraguai, Gerardo Martino, sorri durante coletiva de imprensa em Buenos Aires. Martino reconheceu no domingo que o Brasil merecia ter ganho a partida que perdeu por 2 x 0 para o Paraguai. 18/07/2011 REUTERS/Jorge Adorno

O treinador, que reconheceu no domingo que o Brasil merecia ter ganho a partida que perdeu por 2 x 0 nas penalidades após falhar em quatro cobranças, ressaltou também as virtudes da Venezuela. Seu time enfrentará os venezuelanos na quarta-feira em Mendoza na semifinal.

“Somos realistas. Sob nenhum ponto de vista nos consideramos favoritos, mas faremos o impossível para chegar ao objetivo, que é jogar a final no domingo”, disse Martino em entrevista coletiva.

Bebendo um gole de água entre cada pergunta, o treinador argentino referiu-se também ao nível das seleções, dos times eliminados e dos que seguem vivos na Copa organizada pelo seu país.

“Os quatro eliminados tinham mais méritos para ficar e os que passaram fizeram menos”, disse Martino, ao ser questionado sobre as eliminações de Argentina, Brasil, Colômbia e Chile.

Reportagem de Luis Ampuero

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below