21 de Julho de 2011 / às 10:29 / em 6 anos

Após teste positivo, Cielo é liberado para disputar mundial

XANGAI (Reuters) - O campeão olímpico Cesar Cielo foi autorizado na quinta-feira a competir no Mundial de Natação de Xangai, já que a Corte Arbitral do Esporte (CAS) manteve a decisão da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos, que impôs a ele uma mera advertência, ao invés de uma suspensão, depois de um exame antidoping positivo.

Nadador Cesar Cielo Filho comemora vitória nos 50 metros de borboleta no Aberto de Paris, em junho. O campeão olímpico foi autorizado na quinta-feira a competir no Mundial de Natação de Xangai, já que a Corte Arbitral do Esporte (CAS) manteve a decisão da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos, que impôs a ele uma mera advertência, ao invés de uma suspensão, depois de um exame antidoping positivo. 25/06/2011 REUTERS/Stephane Mahe

Cielo, 24 anos, também campeão mundial, e outros três nadadores brasileiros deram positivo para o diurético furosemida, em maio, mas a CBDA decidiu não bani-los, por considerar que não houve má fé no consumo da substância.

A Fina, entidade que comanda os esportes aquáticos no mundo, recorreu à CAS contra a decisão, mas a corte arbitral rejeitou o recurso após uma audiência em Xangai.

“O Painel da CAS composto por Alan Sullivan, Olivier Carrard e Jeffrey Benz decidiu arquivar os recursos apresentados pela Fina contra Cesar Cielo, Henrique Barbosa e Nicolas dos Santos, e confirmar a decisão da CBDA relacionada a eles”, disse a CAS em nota.

A Fina havia pedido suspensões de três meses a Cielo, Santos e Barbosa, e de um ano para Vinicius Waked, que já tinha antecedentes de doping.

“O Painel acatou o recurso da Fina contra Vinicius Waked e sancionou o atleta com uma suspensão de um ano, como resultado de um segundo caso de doping.”

Waked já havia sido suspenso por dois meses, em 4 de fevereiro de 2010, devido a um exame positivo para uma substancia proibida, segundo a CAS.

Cielo, campeão mundial de nado livre nos 50 e 100 metros no Mundial de Roma em 2009, e ouro nos 50 metros livres na Olimpíada de Pequim em 2008, disse que o resultado positivo no antidoping se deveu a um suplemento alimentar que ele usa regularmente, e que estava contaminado.

A CAS disse que os quatro nadadores argumentaram, durante uma audiência na quarta-feira em Xangai, que o suplemento de cafeína era o mesmo que eles usavam regularmente, sob prescrição médica.

Cielo é também recordista mundial dos 50 e 100 metros no nado livre, e fez o melhor tempo do ano nos 50 e o segundo melhor nos 100.

Os quatro nadadores envolvidos treinavam na quinta-feira na piscina principal de Xangai.

O Mundial de esportes aquáticos começa no domingo.

Reportagem de Greg Stutchbury

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below