21 de Agosto de 2011 / às 14:37 / em 6 anos

Brasil é campeão do mundo de futebol Sub 20 na Colômbia

Por Luis Jaime Acosta

O Brasil, não sem dificuldade, se coroou campeão da Copa do Mundo Sub 20 da Fifa pela quinta vez no sábado, ao derrotar Portugal por 3 x 2 na final do torneio disputado na Colômbia, que trouxe um novo recorde de público ao evento. REUTERS/Pilar Olivares

BOGOTÁ (Reuters) - O Brasil, não sem dificuldade, se coroou campeão da Copa do Mundo Sub 20 da Fifa pela quinta vez no sábado, ao derrotar Portugal por 3 x 2 na final do torneio disputado na Colômbia, que trouxe um novo recorde de público ao evento.

Oscar marcou os gols que deram a vitória e o título ao Brasil, comandado pelo técnico Ney Franco, aos 5 minutos, aos 33 dos segundo tempo e aos 21 da prorrogação.

Portugal conferiu os seus graças a Alex e Nelson de Oliveira aos 9 minutos e aos 14 da etapa complementar, respectivamente.

A partida foi disputada no estádio El Campin de Bogotá diante de 36.058 torcedores, que deram à Colômbia um novo recorde de público para o torneio com 1,31 milhões de espectadores, superando os 1,29 milhões de aficionados da copa organizada pelo Egito.

Na final se enfrentaram o Brasil, a seleção mais ofensiva durante a competição com 18 gols, e Portugal, a menos goleada e com a melhor defesa.

A seleção portuguesa, dirigida pelo técnico Llidio Vale, chegou à final sem sofrer nenhum gol, e o goleiro Mika manteve sua rede intacta durante 575 minutos.

O Brasil abriu o placar por meio de Oscar através de uma cobrança de falta pelo flanco direito.

Portugal reagiu e quatro minutos depois empatou com um tento de Alex, que recebeu a bola livre dentro da área depois de um passa de Nelson Oliveira.

A seleção brasileira foi ofensiva, chegou repetidamente ao gol de Mika sem marcar, enquanto Portugal foi uma equipe ordenada taticamente que converteu cada ataque em uma possibilidade de gol, com boa movimentação de seus jogadores e alterações no andamento do jogo.

No segundo tempo, o Brasil controlou melhor a bola e a partida, mas não conseguiu penetrar o sistema defensivo de Portugal, que fez uma marcação por zona e não deixou espaços.

O time europeu surpreendeu e em um contra-ataque Nelson Oliveira chegou ao fundo, superou a zaga brasileira em velocidade e chutou de perna direita uma bola rasteira junto à trave do gol de Gabriel.

O Brasil buscou o empate com mais gana que futebol, mas a defesa e o sistema tático de Portugal, que esteve perto de ampliar a vantagem, foram insuperáveis.

Mas a equipe brasileira chegou à igualdade por intermédio de Oscar depois de uma jogada individual de Dudu, que se livrou de um zagueiro e lançou rumo ao gol.

O arqueiro Mika aparou o tiro, Oscar ganhou o rebote e conduziu a bola ao fundo da rede.

O Brasil, que mostrou uma melhor condição física e se aproveitou do cansaço dos portugueses por conta da altitude, selou a vitória na prorrogação, de novo graças a Oscar, com uma bola mirada na segunda trave de Mika.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below