25 de Outubro de 2011 / às 15:18 / 6 anos atrás

Sonho de indiano Chandhok de correr em casa na F1 cai por terra

Por Amlan Chakraborty

Piloto indiano Karun Chandhok na terceira sessão de treino para o Grande Prêmio de Cingapura, em setembro. O sonho do piloto de participar da corrida inaugural de Fórmula 1 em seu país não se materializou, depois que a Lotus decidiu nesta terça-feira ir com seus pilotos regulares para o Grande Prêmio da Índia neste fim de semana. 24/09/2011 REUTERS/Tim Chong

NOVA DÉLHI (Reuters) - O sonho do piloto indiano Karun Chandhok de participar da corrida inaugural de Fórmula 1 em seu país não se materializou, depois que a Lotus decidiu nesta terça-feira ir com seus pilotos regulares para o Grande Prêmio da Índia neste fim de semana.

Reserva da equipe, Chandhok competiu na Alemanha este ano, aumentando as esperanças de correr em casa, mas o proprietário da equipe, Tony Fernandes, disse que Heikki Kovalainen e Jarno Trulli representarão o time no domingo com o dever de garantir que a equipe consolide a sua décima posição na tabela de classificação.

“Embora eu esteja certo de que haverá fãs na Índia que querem ver Karun correndo para nós no domingo, tivemos que tomar a melhor decisão para o futuro da equipe”, disse Fernandes, em comunicado.

“Apesar de todas as razões emocionais para ele dirigir estarem certas, estamos conscientes de que ele teve um tempo limitado no carro nesta temporada... o que não lhe deu a melhor preparação para esta corrida, por isso temos tomado a decisão muito difícil de não colocá-lo na corrida deste fim de semana.”

“É absolutamente vital que seguremos a décima posição em 2011 para termos uma plataforma para continuarmos crescendo. Por isso, tivemos que tomar a decisão pragmática de colocar a nossa fé na experiência e ritmo que temos com Jarno e Heikki”, acrescentou.

Narain Karthikeyan será agora o único piloto indiano competindo na corrida de domingo. Ele corre pela equipe HRT.

Com seu papel limitado à sessão de treinos livres da sexta-feira, Chandhok não escondeu seu sentimento.

“Estou obviamente desapontado porque não vou estar no grid para o primeiro Grande Prêmio da Índia”, disse.

“Todo mundo sabe que a corrida mais importante e emocionante para qualquer piloto é a sua corrida em casa e, particularmente no meu caso, eu estive envolvido com o projeto desde que a pista era um pedaço de terra.”

“Tenho certeza que foi uma decisão difícil para Tony tomar e em algum nível, eu acho que ele está sentindo alguma dor sobre ela, pois sempre tivemos um bom relacionamento pessoal.”

“A equipe optou por ir com a experiência neste momento, mas eu vou para o paddock em Nova Délhi com a minha cabeça erguida, porque sinto que fiz tudo o possível dentro e fora do carro, especialmente nos últimos três meses para mostrar ao Tony que eu posso estar na Fórmula 1 no longo prazo.”

Reportagem adicional de Alan Baldwin

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below