28 de Outubro de 2011 / às 00:32 / 6 anos atrás

Marílson e Ana Claudia ganham mais dois ouros no atletismo

(Reuters) - O atletismo brasileiro conquistou mais duas medalhas de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara nesta quinta-feira, com Marílson dos Santos vencendo os 10 mil metros e Ana Cláudia Lemos da Silva os 200 metros.

O brasileiro Marílson dos Santos cruza linha de chegada dos 10 mil metros em primeiro lugar no Pan de Guadalajara. REUTERS/Jorge Silva

O país garantiu ainda mais uma prata e três bronzes, somando 16 medalhas na modalidade até agora, sendo 7 de ouro, 3 de prata e 6 de ouro, só ficando atrás de Cuba, que tem 11 ouros, 5 pratas e 3 bronzes no atletismo do Pan.

Marílson dos Santos, de 34 anos, garantiu a primeira colocação com o tempo de 29min00s64. Na mesma prova, o brasileiro Giovani dos Santos ficou com o bronze, com 29min51s71, enquanto Juan Carlos Romero, do México, levou a prata, com 29min41s00, informou o Comitê Olímpico Brasileiro (COB).

Marílson, que ficou em segundo nos 10 mil metros no Pan do Rio de Janeiro, em 2007, é bicampeão da Maratona de Nova York (2006/2007) e tricampeão da Corrida de São Silvestre (2003/2005/2010).

Nos 200m feminino, Ana Cláudia Lemos da Silva conquistou a medalha de ouro numa disputa acirrada. Ela e jamaicana Simone Facey disputaram a primeira colocação até o final, mas Ana Cláudia conseguiu segurar a vantagem que havia conquistado e cruzou na frente, com 22s76. Facey ficou com a prata, com 22s86, enquanto a dominicana Mariely Sancrez Hichez foi bronze, com 23s02.

Nos 5.000 metros, Cruz Nonata repetiu o resultado que havia conseguido nos 10.000 e voltou a subir ao pódio na segunda colocação. Assim como na disputa anterior, ela foi superada pela mexicana Marisol Guadalupe Romero.

MAIS DOIS BRONZES

Jefferson Sabino conquistou a medalha de bronze no salto triplo, alcançando a marca de 16,51 metros. Cuba fez a dobradinha na prova: Alexis Copello garantiu a medalha de ouro, com 17,21m, e Yoandris Betanzos ficou com a prata, com 16,54m.

João Carlos de Oliveira, o “João do Pulo”, detém o recorde de campeonato da prova desde 15 de outubro de 1975, nos Jogos da Cidade do México (17,89m).

O terceiro bronze do dia veio nos 200m através de Bruno Lins.

Ele cruzou a linha de chegada em 20s37 no Estádio de Atletismo. O ouro ficou com o cubano Roberto Skyers (20s37) e o bronze com o jamaicano Lansford Spence (20s38).

Texto de Tatiana Ramil em São Paulo

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below