29 de Outubro de 2011 / às 01:03 / 6 anos atrás

Brasil vence os revezamentos 4x100m masculino e feminino

(Reuters) - As equipes masculina e feminina do Brasil ganharam os revezamentos 4x100 metros nos Jogos Pan-americanos de Guadalajara nesta sexta-feira.

Bruno Lins comemora vitória do Brasil no revezamento 4x100 metros no Pan de Guadalajara. REUTERS/Jorge Silva

O revezamento feminino ganhou seu primeiro título pan-americano com Ana Cláudia Lemos Silva, Vanda Gomes, Franciela Krazucki e Rosângela Santos, que terminaram a prova com 42s85.

“Nossa passagem é o diferencial, mas agora precisamos melhorar individualmente para buscar melhores resultados no Mundial e na Olimpíada”, disse Ana Cláudia, segundo comunicado divulgado por sua equipe, a BM&FBOVESPA.

As brasileiras melhoraram o recorde sul-americano da prova, que era da mesma equipe, obtido na semifinal do Mundial de Daegu, em agosto (42s92). A prata ficou com os Estados Unidos e o bronze com a Colômbia.

Na prova masculina, a equipe brasileira igualou o recorde pan-americano, que também era do Brasil estabelecido em Winnipeg-1999. Alison Feitosa, Sandro Viana, André Nilson e Bruno Lins fecharam a prova em 38s18. São Cristõvão e Neves e EUA completaram o pódio.

Foi o quarto título do Brasil na prova-- tinha ganho em Winnipeg-1999, Santo Domingo-2003 e Rio de Janeiro-2007.

“Estávamos bem preparados, muito bem treinados. Foi emocionante correr assim forte, igualando o recorde. Agora, é treinar para continuar dando certo”, declarou Nilson André.

OUTRAS MEDALHAS

Hudson Souza conquistou a medalha de prata nos 3.000m com obstáculos em Guadalajara com o tempo de 8m48s75. Ele ficou atrás do venezuelano José Peña, medalhista de ouro. O bronze ficou com o cubano José Alberto Sánchez.

“Queria fechar a minha carreira em Pan-Americanos com um ouro, mas vai ser com a prata”, disse Hudson, que já tinha duas medalhas de ouro, conquistadas no Pan de Santo Domingo, nos 1.500 m e nos 5.000 m.

Nos 3.000m com obstáculos feminino, Sabine Heitling levou a medalha de bronze com o tempo de 10m10s14, ficando atrás da norte-americana Sara Hall (ouro) e da colombiana Angela Figueroa (prata).

Kleberson Davide conquistou a medalha de prata nos 800m ao cruzar a linha de chegada em 1m45s75. O cubano Andy González conquistou a medalha de ouro, com 1m45s58, enquanto seu compatriota Raidel Acea garantiu o bronze, com 1m46s23.

Texto de Tatiana Ramil em São Paulo

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below