25 de Novembro de 2011 / às 18:04 / em 6 anos

Hamilton é o mais rápido no 1o dia de treinos em Interlagos

Por Marcelo Teixeira

O britânico Lewis Hamilton mostra capacete em homenagem a Ayrton Senna no GP Brasil. Ele foi o mais rápido nos treinos livres de sexta-feira. REUTERS/Nacho Doce

SÃO PAULO (Reuters) - O piloto Lewis Hamilton, da McLaren, foi o mais rápido nos treinos livres desta sexta-feira para o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, a prova que encerra o campeonato conquistado por antecipação pelo alemão Sebastian Vettel.

Em sua melhor volta em um dia de calor e forte sol durante todo o período dos treinos em Interlagos, Hamilton obteve o tempo de 1min13s392, ficando à frente justamente de Vettel, da Red Bull, o vencedor da prova paulista no ano passado, que nesta tarde fez sua melhor volta em 1min13s559.

“O carro estava muito bom hoje”, disse Hamilton, que conquistou seu único título mundial no Brasil, em 2008, e usou um capacete em homenagem ao tricampeão Ayrton Senna, seu ídolo.

O companheiro do alemão na Red Bull, o australiano Mark Webber, que havia conquistado o melhor tempo na primeira parte do treino, ficou em terceiro na parte final, a apenas 0,027s de Vettel.

Felipe Massa, da Ferrari, foi o melhor brasileiro, em sexto, com 1min13s750, mas de novo foi mais lento que o companheiro de equipe Fernando Alonso, que ficou com o quarto melhor tempo. Entre eles, Michael Schumacher, da Mercedes, o quinto mais rápido.

Bruno Senna, que corre sob pressão para terminar o ano com um bom desempenho e aumentar suas chances de permanecer na Lotus Renault no ano que vem, ficou em 12o, uma posição atrás de seu companheiro de equipe, o russo Vitaly Petrov.

Senna afirmou que será difícil ficar à frente dos carros da Force India, 9o e 10o nesta sexta-feira, e chegar ao Q3 no sábado.

“Nosso carro não é dos melhores nas curvas lentas, apesar de ser bom em outros trechos. Com isso a gente perde um pouco de tempo”, afirmou ele a jornalistas após a segunda etapa dos treinos livres.

“Precisamos melhorar um pouco a estabilidade nas curvas para amanhã (sábado)”.

Rubens Barrichello, que também está na luta por um cockpit em 2012, ficou apenas em 18o, igualmente uma posição atrás do companheiro de time, Pastor Maldonado, e mostrou certa frustração em andar tão atrás em São Paulo.

“Guiar um carro que não é tão competitivo não é das coisas mais legais, apesar de eu estar na pista que eu mais gosto”, disse.

Os pilotos acreditam que as sessões desta sexta, no entanto, serão pouco úteis para o acerto dos carros já que há previsão de chuva pela frente, principalmente para o domingo.

Nesta sexta, o bom tempo colaborou para duas sessões limpas de treinos, sem grandes incidentes. Na segunda parte, o mexicano Sergio Perez provocou uma bandeira amarela localizada, ao sair da pista e entrar pela grama, onde deixou o seu Sauber, mas o treino prosseguiu normalmente.

Alonso trocou o motor do seu carro após a primeira etapa dos treinos, mas optou por colocar um motor previamente utilizado no campeonato, em vez de um novo, mantendo-se assim dentro da sua cota de oito propulsores permitodos por temporada. Com isso, evitou perder 10 posições no grid para a largada no domingo, às 14h (horário de Brasília).

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below