27 de Novembro de 2011 / às 19:14 / em 6 anos

Team Lotus quer evoluir como Caterham F1

Por Alan Baldwin

SÃO PAULO (Reuters) - A Team Lotus pode olhar adiante para o progresso como Caterham na Fórmula 1 na próxima temporada, agora que o imbróglio sobre o uso da marca Lotus foi resolvido, disse o chefe da equipe Tony Fernandes no domingo.

Este ano houve uma confusão entre a Team Lotus, que usava motores Renault, e a adversária Lotus Renault. Um acordo finalmente estabeleceu que as duas equipes mudem seus nomes em 2012.

A Team Lotus se tornará Caterham F1, uma marca de carros esportivos de propriedade de Fernandes, que tem planos de lançar três modelos novos a partir de 2014, enquanto a Renault será renomeada Lotus.

“Eu penso que o próximo ano será definitivo para nós, e será ótimo ter nosso próprio nome”, disse Fernandes a repórteres no Grande Prêmio do Brasil, apresentando detalhes da reorganização do Caterham Group.

“Estou muito satisfeito de como fomos capazes de progredir e conseguir patrocinadores com tudo o que acontece atrás de nós”, acrescentou o empreendedor da Malásia.

“Ficou claro agora quantos patrocinadores que haviam desistido e voltaram. Eles gostam da história, gostam da estratégia, gostam do fato que nós temos uma presença na Ásia, então temos esperança de teremos os recursos financeiros para sermos capazes de ser competitivos.”

A Team Lotus começou o último ano como Lotus Racing, mudando seu nome original após problemas com o Group Lotus, que se tornou patrocinador da Renault.

Os dois lados foram aos tribunais, com a decisão da permitir à Team Lotus continuar a usar seu nome na F1, mas Fernandes já vendeu os direitos ao Group Lotus.

“Nós sempre pensamos que uma equipe de Fórmula 1 poderia ser associado a uma fabricante de carros”, disse ele. “Claro que o meu plano era a Lotus. Aquilo foi espetacularmente errado em vários sentidos.”

“Ao menos eu conheço o sistema legal da Inglaterra”, brincou. “Eu não preciso fazer licenciatura em direito graças ao Group Lotus. Mas eu sempre digo que há uma fresta de esperança em todo lugar.”

A Team Lotus, como Lotus Racing, ainda não marcou pontos na Fórmula 1 e Fernandes disse que esse é o objetivo principal para 2012.

O finlandês Heikki Kovalainen definitivamente será um dos pilotos, com Fernandes dizendo “Eu vou segurá-lo de qualquer maneira.”

O italiano Jarno Trulli também tem contrato, mas seu lugar parece menos assegurado com certas fontes apontando que a Red Bull poderia estar tentando colocado o australiano Daniel Ricciardo para correr na Caterham.

“Agora nós temos um contrato e ele (Trulli) vai correr”, foi tudo o que Fernandes pôde dizer.

A equipe também planeja mudar-se de Hingham, leste da Inglaterra, para a antiga fábrica da Arrows e Super Aguri perto de Silverstone, mas esperam por uma permissão antes.

Fernandes disse que poderia continuar como chefe da equipe e os carros poderiam continuar com as cores amarela e verde.

”Vamos ficar com isso. A Caterham tem uma história boa com o verde e amarelo“, disse ele. ”Olhe ao redor do paddock, é difícil ser vermelho, é difícil ser azul.

“Parte do acordo com o Group (Lotus) foi que poderíamos continuar verde e amarelo e eles preto com dourado.”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below