11 de Fevereiro de 2012 / às 16:52 / em 6 anos

Rooney põe United na liderança após Suarez esnobar Evra

Por Sonia Oxley

Rooney, do Manchester United, faz seu primeiro gol contra o Liverpool na partida da Premier League no sábado, em Manchester. O jogador levou o Manchester United ao topo da liga inglesa, após vencer o Liverpool por 2 x 1. 11/02/2012. REUTERS/Darren Staples

MANCHESTER, Inglaterra, 11 Fev (Reuters) - Wayne Rooney alçou o Manchester United ao topo da Premier League no sábado, após vencer o Liverpool por 2 x 1 em uma partida marcada pela recusa de Luis Suarez em apertar a mão de Patrice Evra, antes do início da partida.

Houve poucas chances no primeiro tempo, e todos os holofotes foram apontados para os eventos pré-jogo quando Suarez, que recebeu uma suspensão de oito jogos por ofensas racistas a Evra, ignorou a mão estendida do francês em uma afronta considerada vergonhosa pelo treinador do Manchester United, Alex Ferguson.

Rooney marcou duas vezes em três minutos no início do segundo tempo e manteve o time na corrida do título, ultrapassando o Manchester City no topo da tabela.

Suarez, vaiado pela torcida toda vez que tocava na bola, diminuiu aos 35 minutos da etapa final e deu esperança ao Liverpool, mas o United se manteve firme para conquistar os três pontos.

O Manchester United tem 58 pontos em 25 jogos, um a mais que o City, que visita o Aston Villa no domingo. O terceiro colocado Tottenham Hotspur tem 50 pontos antes de receber o Newcastle ainda neste sábado.

Do lado do United, Ferguson elogiou os seus jogadores pela “grande performance”, mas estava muito irritado com o comportamento de Suarez com Evra.

“Eu simplesmente não podia acreditar, porque Patrice e eu tivemos uma conversa hoje de manhã e ele disse ‘eu vou apertar sua mão, eu não tenho nada para me envergonhar. Eu quero manter minha dignidade’”, disse Ferguson à Sky Sports.

“Ele é uma vergonha para o Liverpool Football Club e alguns jogadores não deveriam mais jogar novamente pelo Liverpool. A história que o clube tem, e ele faz isso e cria uma situação como a de hoje que poderia ter causado um tumulto. Foi terrível o que ele fez.”

Ambos os clubes haviam procurado virar a página dos acontecimentos de outubro em Anfield, jogando para baixo a probabilidade de uma tensão entre Evra e Suarez em Old Trafford.

Com as câmeras apontadas para eles, Evra estendeu a mão para o uruguaio Suarez, que manteve os olhos para baixo e ignorou-a. Evra, em seguida, agarrou o braço de Suarez, mas o atacante continuou a andar e apertou a mão de goleiro David de Gea.

ÂNIMOS QUENTES

O zagueiro do United Rio Ferdinand, cujo irmão Anton está no centro de uma polêmica de racismo com o capitão do Chelsea, John Terry, enfrentando acusações criminais sobre supostas ofensas dirigida a ele, não ofereceu a mão após ter visto o que tinha acontecido.

A Sky Sports, que cobriu o jogo e tinha um repórter no túnel, relatou que os ânimos já exaltados transbordaram para fora de campo no intervalo, quando Evra tentou falar com Suarez e, em seguida, vários jogadores se envolveram em uma briga.

Suarez se irritou pouco antes do intervalo depois de ter sido derrubado por Ferdinand quando ia em direção ao gol, mas os replays da televisão sugeriram que o defensor tocou a bola.

Os ânimos já haviam acalmado depois do intervalo e o United foi rápido em tomar a iniciativa.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below