13 de Fevereiro de 2012 / às 22:24 / 6 anos atrás

Tevez diz que Mancini o tratou "como um cachorro"

Por Sonia Oxley

MANCHESTER, 13 Fev (Reuters) - O atacante Carlos Tevez, do Manchester City, viajou na segunda-feira da Argentina para a Grã-Bretanha levando em uma mão um ramo de oliveira para o seu treinador Roberto Macini, e na outra a acusação de ter sido tratado “como um cachorro” pelo técnico.

Tevez, de 28 anos, não joga pelo time inglês desde setembro, quando, relegado ao banco de reservas, negou-se a fazer aquecimento durante um jogo contra o Bayern de Munique, pela Liga dos Campeões.

Em novembro, Tevez viajou à Argentina sem o consentimento do City. Só agora ele falou publicamente sobre o incidente na Alemanha.

Ele disse que Mancini estava discutindo com o atacante Edin Dzeko, que acabava de ser substituído, quando foi falar com Tevez.

“Ele me viu no banco e, como estava irritado, ele me mandou de novo como um cachorro para o aquecimento. Como ele falou comigo num tom ruim, eu me recusei”, disse Tevez em entrevista transmitida na segunda-feira pelo canal Fox Sports.

Mancini disse na ocasião que Tevez estava “acabado” no time, mas depois disso sugeriu que ele poderia ser reintegrado ao City, que tenta ganhar seu primeiro título inglês desde 1968.

Tevez disse na segunda-feira que ficaria satisfeito em voltar a jogar pelo clube, caso Mancini de fato o aceite, e que está ciente de que precisará se empenhar muito para recuperar o apreço da torcida, que chegou a queimar camisas com o nome dele.

“Se eu errei, digo desculpas. Acredito sinceramente que não cometi um erro”, afirmou o ex-capitão do City. “Se for verdade (que Mancini o readmitirá), é claro que eu gosto disso, se foi só para a imprensa, não.”

Apesar disso, ele reiterou que o erro na Alemanha foi de Mancini. “A situação no (estádio do) Bayern poderia ter sido mantida oculta, gerida de forma diferente. Ele poderia me deixar de fora e depois dizer ‘Carlos não está bem’. Há brigas, mas não é preciso divulgá-las. Discutimos muitas vezes nos vestiários, e nessas ocasiões ele não disse que não me queria. Eu tinha uma boa relação com ele, e acredito que ele é um vencedor, não gosta de perder, e eu também sou assim.”

Tevez sofreu punições do City por sua recusa a se aquecer e por viajar sem autorização, mas as relações já melhoraram. ”“Todo mundo sabe que Carlos é um jogador de primeira”, disse Mancini no domingo. “Se ele estivesse aqui jogando seria melhor, porque Carlos pode mudar partidas.”

Paul McCarthy, assessor do empresário de Tevez, Kia Joorabchian, disse que o atacante pode se reintegrar ao City dentro de duas ou três semanas. “Ele deve estar de volta à Inglaterra na terça-feira, e tomara que comece a treinar nesta semana”, disse.

“Ele não ficou só jogando golfe na Argentina, ele fez muito trabalho físico também, mas está provavelmente ainda a duas ou três semanas de estar em condições de jogo.”

Reportagem adicional de Mike Collett em Londres e Rex Gowar em Buenos Aires

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below