4 de Maio de 2012 / às 13:32 / em 6 anos

Grã-Bretanha exige desculpas da Argentina por anúncio olímpico

Por Stephen Addison

LONDRES, 4 Mai (Reuters) - A Grã-Bretanha exigiu nesta sexta-feira um pedido de desculpas da Argentina, acusando o governo argentino de explorar os Jogos Olímpicos deste ano para propósitos políticos ao transmitir um anúncio na TV “de mau gosto e ofensivo”, no qual reafirmava sua reivindicação pelas Ilhas Malvinas.

A propaganda mostra um jogador argentino de hóquei treinando nas Ilhas Malvinas, descritas na transmissão como “solo argentino”. As ilhas, chamadas de Falklands pelos britânicos, são disputadas pelos dois países.

O secretário britânico da Defesa, Philip Hammond, pediu que o Comitê Olímpico Internacional (COI) examine o anúncio e condenou fortemente sua transmissão.

“É de mau gosto, é provocativo e bastante ofensivo para os muitos soldados, marinheiros e aviadores britânicos que deram suas vidas para proteger as Falklands”, disse Hammond à TV Sky.

“Acho que é uma quebra de um dos princípios mais fundamentais das Olimpíadas, o de que a política fica de fora, que ninguém deve explorar o logo olímpico, a mensagem olímpica, para propósitos políticos. Espero que o COI averigue isso.”

Ele não chegou a propor o banimento da Argentina dos Jogos, mas acrescentou: “Acho que no mínimo a Argentina deveria retirar aquele vídeo e pedir desculpas.”

Pouco antes, o secretário de Relações Exteriores britânico, William Hague, havia qualificado a propaganda como “provocação publicitária”.

TENSÃO DIPLOMÁTICA

Enquanto as equipes femininas de hóquei da Grã-Bretanha e da Argentina se preparam para se enfrentar no sábado em um evento de aquecimento para a Olimpíada em Londres, Hague acusou o governo argentino de usar os Jogos de forma imprópria.

“A Argentina tem tido alguns reveses diplomáticos nas últimas semanas... e eu acho que o que está acontecendo é que eles estão procurando uma ou duas provocações para tentar compensar isso ou guardar um pouco de orgulho de alguma forma”, afirmou o ministro ao canal Sky.

Ele acrescentou: “Eu não acho que tentar abusar de alguma forma da Olimpíada para fins políticos irá cair muito bem com outros países.”

O anúncio é o mais recente incidente de uma série de brigas diplomáticas entre Grã-Bretanha e Argentina no último ano, à medida que a exploração de petróleo na costa das Malvinas por companhias britânicas reacende velhas tensões, 30 anos depois de os dois países terem se enfrentado em uma breve guerra pelo controle das ilhas.

A transmissão foi ao ar no dia seguinte ao 30o aniversário do afundamento do cruzador argentino Belgrano por um submarino britânico, que levou à perda de mais de 300 vidas.

O anúncio mostrou o capitão do time argentino de hóquei Fernando Zylberberg, que estará competindo nos Jogos Olímpicos, fazendo exercícios matinais nas ilhas.

Ele aparece correndo por vários marcos simbólicos britânicos, como o Globe Tavern na capital das ilhas, Port Stanley, os escritórios do jornal local “Penguin News” e uma cabine telefônica vermelha.

A parte mais controversa é quando ele usa um memorial em homenagem a soldados britânicos da Primeira Guerra Mundial para fazer uma série de exercícios de step.

O anúncio de 90 segundos termina com a voz do locutor dizendo: “para competir em solo inglês, estamos treinando em solo argentino.”

A filmagem foi feita sem a permissão das autoridades das Malvinas.

Reportagem adicional de Rex Gowar em Buenos Aires

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below