2 de Junho de 2012 / às 20:33 / em 5 anos

Lesões marcam vitória da Inglaterra sobre a Bélgica

Por Mike Collett

LONDRES (Reuters) - A Inglaterra completou sua preparação para a Euro 2012 com o gol de Danny Welbeck que selou a vitória por 1 x 0 sobre a Bélgica em um amistoso no estádio Wembley no sábado que deu ao novo treinador Roy Hodgson sua segunda vitória consecutiva desde que assumiu no mês passado.

Welbeck marcou seu primeiro gol pela seleção principal aos 36 minutos quando tocou a bola sobre o goleiro Simon Mignolet após cruzamento preciso de Ashley Young.

Houve preocupações para o zagueiro central de Hodgson, no entanto, com Gary Cahill saindo após se chocar com o próprio goleiro, Joe Hart, depois de ser empurrado por Dris Mertens, que recebeu cartão, aos 17 minutos.

Cahill passará por exames e teme-se que tenha fraturado a mandíbula. John Terry também passará por avaliação, segundo Hodgson, depois de torcer o tendão.

Cahill e o colega de Terry no Chelsea Frank Lampard estão fora dos planos de Hodgson assim como o meia Gareth Barry, com lesão na virilha.

A Bélgica dominou a posse de bola, mas Inglaterra fez o suficiente para vencer sua segunda partida consecutiva por 1 x 0, após o amistoso da semana passada com a Noruega em Oslo.

Os dois times estiveram perto de marcar no final, com o zagueiro belga Guillaume Gillet acertando a trave e o substituto inglês Jermain Defoe respondendo com outra bola no poste.

QUATRO TITULARES

A Inglaterra começou com apenas quatro jogadores que iniciaram o amistoso na Noruega - o capitão Steven Gerrard, James Milner, Scott Parker e o artilheiro em Oslo Young, com Hodgson impalantando um rígido 4-4-2 contra o fluido time belga.

Os visitantes, que só venceram uma vez nos vinte confrontos prévios e nenhuma vez desde 1936, não se classificou para a fase final da Euro 2012 após ficar atrás de Alemanha e Turquia em seu grupo,mas tem um bom time para lutar por uma vaga na Copa do Mundo no Brasil.

A Inglaterra mostrou lampejos do seu potencial, especialmente com Welbeck e o jovem Alex Oxlade-Chamberlain, que fazia sua primeira partida, que fez duas boas finalizações no primeiro tempo.

A Bélgica balançou a rede no primeiro tempo, aos 17 minutos, mas o lance será mais lembrado por seu empurrão em Cahill, que saiu machucado e deu lugar a Joleon Lescott.

O jogo foi histórico por ser o primeiro a usar a tecnologia de linha do gol Hawk-Eye, embora sem que fosse utilizada para influenciar qualquer decisão.

Reportagem de Mike Collett

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below