18 de Junho de 2012 / às 17:18 / em 5 anos

Platini elogia anfitriãs da Euro 2012 como grande sucesso

Por Justin Palmer

VARSÓVIA, 18 Jun (Reuters) - As coanfitriãs da Euro 2012 Polônia e Ucrânia “já venceram o Campeonato Europeu” pelo legado que vão deixar, disse o presidente da Uefa, Michel Platini, nesta segunda-feira.

Apesar da eliminação da Polônia já na primeira fase do torneio e da Ucrânia precisar de uma improvável vitória sobre a Inglaterra para chegar às quartas de final, Platini afirmou que os dois países podem se orgulhar do que fizeram após preparações problemáticas, principalmente envolvendo infraestrutura.

“Não tem sido perfeito, mas eu estou muito feliz”, disse Platini sobre o maior evento esportivo a ser realizado no leste da Europa desde a queda do Muro de Berlim.

“A Polônia e a Ucrânia fizeram. As pessoas (da Polônia e da Ucrânia) estão dizendo obrigada por terem tido confiança em nós.”

“Eles já ganharam a Euro. O campeonato pode trazer um monte de coisas muito importantes para o desenvolvimento desses países.”

Com a fase de grupos atingindo o seu clímax na terça-feira, Platini, falando durante o almoço em um restaurante no parque Lazienki, de Varsóvia, elogiou o torneio como um grande sucesso, caracterizado por uma abundância de gols, bons jogos, arbitragem consistentemente boa e apenas “um ou dois” problemas.

“A atmosfera nos estádios tem sido 99,9 por cento fantástica”, disse Platini, escolhendo as partidas Polônia x Rússia e Ucrânia x Suécia como “extraordinárias” para estar presente.

“É difícil fazer melhor do que fizemos. Mas fazer melhor significaria a perfeição.”

O comportamento descontraído de Platini momentaneamente mudou quando perguntado sobre o problema do racismo durante o torneio, com a Federação de Futebol da Croácia enfrentando uma acusação da UEFA por gritos racistas por torcedores do time nacional no jogo do Grupo C contra a Itália, em Poznan, na quinta-feira.

Platini disse que se reuniu com ministros do governo croata um ano atrás, quando ele expressou suas preocupações sobre o comportamento de seus torcedores.

“Como você pode administrar pessoas estúpidas?”, afirmou ele, referindo-se aos torcedores que gritavam obscenidades para o atacante italiano Mario Balotelli.

“É uma questão de sociedade e educação. Não é apenas no leste da Europa, há o nacionalismo em todos os países.”

“Mas um caso (de racismo) é demais.”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below