8 de Julho de 2012 / às 17:23 / 5 anos atrás

Federer bate Murray e conquista o 7o título em Wimbledon

Por Ed Osmond

Roger Federer beija o troféu de campeão de Wimbledon, após conquistar o 7o título do Grand Slam em Londres, neste domingo. 08/07/2012 REUTERS/Toby Melville

LONDRES, 8 Jul (Reuters) - Roger Federer superou Andy Murray em parciais de 4-6, 7-5, 6-3 e 6-4, neste domingo, para conquistar seu 7o título em Wimbledon e seu 17o troféu de um Grand Slam.

O suíço terceiro cabeça-de-chave se recuperou de um início lento, dominou a partida e voltou ao topo do ranking mundial, pondo fim às esperanças de Murray de se tornar o primeiro britânico a conquistar o título em casa em 76 anos.

Após se fazer presente nos dois primeiros sets, a chuva interrompeu o embate por 40 minutos no início do terceiro. Quando os tenistas retornaram sob o teto fechado da Quadra Central, Federer assumiu o controle.

Ele conseguiu a quebra decisiva em um bastante disputado sexto game e quebrou novamente em 3-2 no quarto set, selando a vitória em seu segundo match point após 3 horas e 24 minutos de partida.

“As duas últimas partidas foram das melhores que já joguei”, disse Federer à plateia, depois de erguer o troféu, sobre a semifinal e a final em Wimbledon.

“Não poderia estar mais feliz. É ótimo estar de volta como vencedor, é um grande momento. É muito bom ter este troféu novamente após três anos”, acrescentou.

Emocionado, Murray lutou para segurar as lágrimas quando tomou o microfone após sua primeira final em Wimbledon.

“Estou chegando mais perto”, disse Murray, chorando. O escocês já tinha perdido duas vezes para Federer sem vencer nenhum set em duas finais de Grand Slam.

“Gostaria de parabenizar Roger. Ele fez um ótimo torneio, e não está mal para um sujeito de 30 anos.”

Murray quebrou o serviço de Federer no game de abertura da partida, mas o suíço imediatamente devolveu a quebra e empatou em 2-2.

Federer variou seu jogo para aumentar a pressão sobre Murray, mas o britânico quarto cabeça-de-chave conseguiu sua segunda quebra no nono game, antes de servir para fechar o primeiro set com pouco menos de uma hora de partida.

No segundo set Murray se impôs na maior parte do tempo, mas de repente Federer encontrou sua mágica no 12o game e quebrou o adversário com um voleio sublime, empatando a disputa.

A chuva interrompeu o jogo em 1-1 no terceiro set, retomado assim que a cobertura da quadra foi acionada. Jogando agressivamente, Federer começou a dominar as trocas de bola. No sexto game Murray escorregou três vezes e Federer confirmou sua terceira quebra, abrindo uma vantagem de 4-2.

O suíço, com golpes perfeitos, arrematou o set com um ace.

Murray tentou desesperadamente se segurar no início do quarto set, mas Federer sentiu a chance, quebrando seu serviço com um brilhante winner de backhand cruzado e saindo na frente em 3-2.

Implacável, Federer não ia desperdiçar a oportunidade, e depois de desperdiçar seu primeiro match point, ele garantiu a vitória graças a um erro de forehand de Murray.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below