19 de Novembro de 2012 / às 11:50 / em 5 anos

Red Bull comemora um título e espera pelo outro

Por Steve Keating

O inglês Lewis Hamilton, da McLaren, o alemão Sebastian Vettel (E), da Red Bull e o espanhol Fernando Alonso, da Ferrari bebem champagne após o Grande Prêmio de F1 em Austin, Texas. A Red Bull comemorou no Grande Prêmio dos EUA a conquista do tricampeonato consecutivo de construtores da Fórmula 1, no domingo, apesar de outro tricampeonato ter ficado na espera, o de Sebastian Vettel. 18/11/2012 REUTERS/Adrees Latif

AUSTIN, Texas, 19 Nov (Reuters) - A Red Bull comemorou no Grande Prêmio dos EUA a conquista do tricampeonato consecutivo de construtores da Fórmula 1, no domingo, apesar de outro tricampeonato ter ficado na espera, o de Sebastian Vettel.

A equipe é a primeira na história a conquistar seus três primeiros títulos de construtores de forma consecutiva e apenas a quarta tricampeã seguida em 62 anos de existência do esporte --ao lado de Ferrari, McLaren e Williams.

Apesar de o título de pilotos ser o mais importante da F1, a disputa entre as escuderias tem peso especial para os funcionários do paddock, que ganham um bônus pela conquista --o que foi motivo de sobra para estourar alguns champanhes.

“Completamos metade do caminho. Fechamos um campeonato, que é o nosso terceiro consecutivo de construtores”, disse o chefe da Red Bull, Christian Horner, a repórteres. “Isso é algo com o qual apenas sonhávamos alguns anos atrás.”

A Red Bull, que é financiada pela empresa de bebidas energéticas de mesmo nome que tem os EUA como seu principal mercado, assumiu a antiga equipe Jaguar --que por sua vez substituiu a Stewart-- e tornou-se uma potência do esporte.

O diretor-técnico da Red Bull, Adrian Newey, o arquiteto responsável por boa parte do sucesso da equipe e que construiu carros campeões mundiais por três escuderias diferentes, dividiu os méritos com os colegas.

“Há um ambiente maravilhoso em Milton Keys (sede da Red Bull)”, disse ele à emissora britânica Sky. “É apenas uma fábrica, sem nada especial, mas o ambiente lá, e o trabalho de todo mundo com tanta dedicação, tem esse resultado.”

Vettel, que terminou a corrida no Texas em segundo, atrás de Lewis Hamilton, da McLaren, lidera a disputa entre os pilotos com 13 pontos de vantagem para Fernando Alonso, da Ferrari, faltando apenas a prova no Brasil para o fim do campeonato.

Se o alemão tivesse vencido nos EUA, e Alonso ficado de fora dos quatro primeiros lugares, o título já teria sido decidido. O espanhol terminou em terceiro.

Em São Paulo, Vettel será tricampeão se terminar entre os quatro primeiros, independentemente da posição de Alonso.

“O Brasil é a última corrida e vamos encarar como fizemos nas outras 19”, disse Horner. “Temos um trabalho a fazer e não vamos descansar sobre os louros depois desse resultado (nos EUA).”

“Vamos tirar um tempo para comemorar o que fizemos, mas o foco imediatamente se volta para a corrida no Brasil para conseguirmos o nosso máximo.”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below