25 de Março de 2013 / às 21:54 / em 5 anos

Brasil empata com a Rússia e segue sem vencer com Felipão

25 Mar (Reuters) - A seleção brasileira arrancou um empate de 1 x 1 com a Rússia ao marcar seu gol com Fred no fim do amistoso disputado nesta segunda-feira em Londres e continua sem vitórias após três partidas sob o comando do técnico Luiz Felipe Scolari.

O atacante brasileiro Neymar é marcado durante jogo contra a Rússia nesta segunda-feira. REUTERS/Andrew Winning

Desde o retorno do treinador campeão mundial na Copa de 2002, o Brasil perdeu para a Inglaterra por 2 x 1 em fevereiro, empatou com a Itália em 2 x 2 na quinta-feira e agora outro empate.

“Dei meu melhor, infelizmente não conseguimos ganhar o jogo. Até o último minuto tentamos. Nosso primeiro gol saiu muito tarde, lamentável. Mas acho que a seleção trabalhou bem”, disse o atacante Hulk, que entrou após o intervalo e foi bem.

Os dois gols da partida saíram no segundo tempo. Os russos abriram o placar e Fred empatou aos 45 minutos, marcando seu terceiro gol em três partidas pela seleção no ano.

Felipão fez três mudanças na equipe em relação ao jogo contra a Itália: entraram Thiago Silva, que foi capitão, Marcelo e Kaká nos lugares de Dante, Filipe Luís e Hulk, respectivamente.

Mas a Rússia começou bem melhor a partida e desperdiçou três boas chances até os 12 minutos -uma em cobrança de falta defendida por Júlio César e duas após cruzamentos na área brasileira.

O Brasil, por outro lado, mal conseguia sair de seu campo.

A partir dos 18 minutos, o time de Felipão foi ao ataque e equilibrou o confronto contra uma equipe que está em boa fase. A Rússia lidera seu grupo nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014, com 12 pontos em quatro jogos, à frente de Israel e Portugal, que somam oito pontos em cinco partidas.

Neymar teve a primeira grande oportunidade do Brasil aos 27 minutos, quando recebeu passe de Marcelo pela esquerda e chutou por cima do travessão. Os russos também chegaram bem pela esquerda aos 40 minutos, mas Fayzulin tocou para fora.

“Foi muito equilibrado. Eles tiveram até mais oportunidade, tiveram mais posse de bola. A gente tem que manter a tranquilidade”, disse o zagueiro Thiago Silva após o primeiro tempo.

Na segunda etapa, o Brasil ficou mais com a bola, mas tinha dificuldade em criar boas jogadas. Chutes de longe de Fernando e Neymar não causaram muita complicação para o goleiro Gabulov.

Felipão, então, mudou a equipe e colocou Hulk no lugar de Oscar aos 22 minutos. Cinco minutos depois, um intenso bate-rebate na área resultou num gol de Fayzulin.

Para tentar o empate, o atacante Diego Costa substituiu Kaká, que teve uma atuação apagada. Sua única boa tentativa foi uma arrancada no segundo tempo em que ele tabelou com Fred, mas não conseguiu concluir em gol.

No fim do jogo, um torcedor invadiu o campo do estádio Stamford Bridge e antes que o juiz apitasse o final, o Brasil empatou. Aos 45 minutos, Hulk passou para Marcelo, que cruzou para Fred empurrar a bola para as redes.

Nos acréscimos, os dois times ainda desperdiçaram boas chances.

O próximo jogo do Brasil será em 6 de abril, contra a Bolívia, em amistoso em Santa Cruz de La Sierra, apenas com jogadores que atuam no país. Felipão anuncia os convocados na quinta-feira.

No dia 24 de abril, a seleção enfrenta o Chile, em Belo Horizonte.

Antes de estrear na Copa das Confederações, em 15 de junho, o Brasil encara ainda a Inglaterra, no dia 2 de junho, no Rio de Janeiro, e a França, em Porto Alegre, uma semana depois.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below