11 de Maio de 2013 / às 14:38 / em 5 anos

Rosberg faz a pole, e Mercedes obtém dobradinha na Espanha

Por Alan Baldwin

O piloto da Fórmula Um alemão Nico Rosberg sorri ao lado do parceiro britânico Lewis Hamilton (esquerda) após corrida no Circuito de Catalunha, próximo a Barcelona, Espanha. 11/05/2013 REUTERS/Albert Gea

BARCELONA, 11 Mai (Reuters) - O alemão Nico Rosberg levou neste sábado a equipe Mercedes à terceira pole position neste ano, obtendo dobradinha com o companheiro de equipe, Lewis Hamilton, no treino classificatório para o Grande Prêmio da Espanha de Fórmula 1.

A pole position foi a segunda seguida de Rosberg, enquanto Hamilton largou na frente na China, no mês passado.

O tricampeão mundial e atual líder do Mundial de pilotos, Sebastian Vettel, da Red Bull, obteve o terceiro lugar, ao lado do finlandês Kimi Raikkonen, da Lotus, que ocupa a segunda posição no Mundial, apenas dez pontos atrás do alemão.

O espanhol Fernando Alonso, da Ferrari, sairá em quinto, à frente do brasileiro Felipe Massa. A diferença entre eles foi de apenas um milésimo de segundo.

“Eu realmente fiz uma boa volta no final. É sempre uma boa motivação, especialmente para a equipe. Primeira fila. Fantástico. Mas claro que temos de ser cautelosos, depois do que vimos no Bahrein”, afirmou Rosberg, que terminou em nono naquela corrida. “Então é legal, mas eu estou desfrutando da situação com cautela.”

A Mercedes fez dobradinha no treino classificatório pela última vez na China, no ano passado, em uma corrida vencida por Rosberg, mas na qual o alemão Michael Schumacher, então companheiro de equipe, abandonou.

“Se estou confiante para amanhã? Não integralmente”, afirmou o chefe de equipe, Ross Brawn.

GRANDES CHANCES

As estatísticas sugerem que a Mercedes tem grandes chances de vencer, pois nos últimos 22 anos, apenas um piloto ganhou em Barcelona sem ter largado na primeira fila. Isso aconteceu com Schumacher, em 1996. Naquela ocasião, ele saiu em terceiro.

Hamilton, que perdeu a pole na Espanha no ano passado devido a uma irregularidade no combustível da McLaren, foi o mais rápido nas duas primeiras fases do treino, mas Rosberg faturou a pole com um tempo de 1min20s718. Hamilton obteve 1min20s972.

“Ele fez um grande trabalho, mas como Nico disse, vamos com cautela, porque amanhã será difícil”, afirmou o piloto britânico, terceiro no Mundial. “Eu não tinha duas opções de pneu no fim, o que poderia ter ajudado um pouco, mas acho que Nico simplesmente foi mais rápido hoje.”

A ex-equipe de Hamilton, McLaren, foi muito mal no treino classificatório. O campeão mundial de 2009, Jenson Button, não conseguiu sequer se classificar para a terceira parte da sessão. Ele sairá em 14º e o mexicano Sergio Perez, companheiro de Button, ficou em nono.

“Para Jenson, foi um resultado decepcionante”, disse o chefe da equipe, Martin Whitmarsh. “Ainda não analisamos os dados, mas há evidências de que a pressão dos pneus estava muito alta. Do contrário, acho que ele teria avançado.”

A Williams foi ainda pior. Um ano depois de vencer sua única prova na F-1, o mexicano Pastor Maldonado foi apenas o 18º, uma posição atrás de seu companheiro de equipe, Valtteri Bottas.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below