14 de Maio de 2013 / às 15:08 / em 5 anos

Felipão deixa Ronaldinho de fora e chama Bernard para Copa das Confederações

RIO DE JANEIRO, 14 Mai (Reuters) - O meia Ronaldinho Gaúcho está fora da Copa das Confederações e o jovem Bernard foi incluído na lista da seleção brasileira para o torneio, anunciada nesta terça-feira pelo técnico Luiz Felipe Scolari, numa convocação com poucos jogadores experientes.

Ronaldinho Gaúcho, do Atlético Mineiro, acena para os torcedores ao lado do companheiro de equipe Bernard, durante treino em La Paz, na Bolívia. O técnico Luiz Felipe Scolari convocou nesta terça-feira a seleção brasileira que disputará a Copa das Confederações em junho e deixou de fora o meia Ronaldinho Gaúcho. A novidade na lista de convocados para a competição que serve de preparação para o Mundial do ano que vem é o meia-atacante Bernard. 11/03/2013. REUTERS/David Mercado

O meia Kaká, do Real Madrid, também ficou de fora da lista de 23 jogadores para a competição, que será disputada em junho em seis cidades brasileiras.

“De acordo com alguns critérios nos jogos em que participamos e de acordo com alguns critérios pessoais e critérios em que envolvam participação de grupo, esses foram os escolhidos”, disse Felipão em entrevista coletiva no Rio de Janeiro.

O treinador não quis comentar a ausência de Ronaldinho. Aos 33 anos, o meia é destaque na boa campanha do Atlético Mineiro na temporada, embora não tenha jogado bem nas partidas em que atuou pela seleção neste ano.

“Muitas vezes a gente é contestado pela escolha de A,B ou C”, afirmou Felipão, acrescentando que o “bem-estar da equipe” é o mais importante.

“Se não der certo, é normal que vá acontecer (críticas). O pau vai comer, eu sei disso.”

A maior novidade na convocação é o meia-atacante Bernard, de 20 anos, que também vem se destacando no Atlético-MG.

Felipão explicou que Bernard já teria tido oportunidade na seleção se não fosse uma contusão no ombro. Jogador rápido, o treinador disse que ele “usa a lateral de campo de forma esplêndida”.

“É um jogador jovem, com muita qualidade e que, recebendo essa oportunidade, vai se superar para continuar (na seleção)”, disse o treinador, já pensando na Copa do Mundo de 2014.

A Copa das Confederações, que começará em 15 de junho com a partida entre Brasil e Japão, será o primeiro torneio de Felipão desde o retorno à seleção brasileira e é considerada pelo treinador um teste para a Copa.

Apesar disso, o treinador incluiu poucos atletas experientes em sua lista. Apenas quatro já disputaram um Mundial: Júlio César, Daniel Alves, Thiago Silva e Fred.

“Provavelmente 13, 14 ou 15 jogadores ainda não disputaram uma competição oficial com a seleção brasileira, e para jogar uma competição muito importante como o Mundial, eles também tem que receber oportunidade de disputar uma competição como essa, para que a gente possa observá-los”, disse Felipão.

“Podemos ter alguma dificuldade na experiência, mas também podemos ganhar muito com a jovialidade”, completou.

Antes da Copa das Confederações, o Brasil disputa dois amistosos: contra a Inglaterra, em 2 de junho, no estádio do Maracanã, e diante da França, na Arena Grêmio, em Porto Alegre, uma semana depois.

Felipão, campeão mundial em 2002, comandou o time em cinco partidas desde a volta à seleção, no final do ano passado. A equipe perdeu em 2013 para Inglaterra e empatou com Itália e Rússia em jogos disputados na Europa, com todos os atletas disponíveis.

Com jogadores que atuam no Brasil, veio a primeira vitória, diante da Bolívia, mas também um empate com o Chile no Mineirão, onde os jogadores brasileiros foram vaiados.

A seleção inicia sua campanha no Grupo A da Copa das Confederações em Brasília, contra o Japão, e depois encara o México em Fortaleza e a Itália em Salvador.

No Grupo B estão Espanha, Uruguai, Nigéria e Taiti. As outras três cidades brasileiras que vão sediar jogos do torneio são Belo Horizonte, Recife e Rio de Janeiro, palco da final, em 30 de junho.

Veja a lista de convocados.

Goleiros: Júlio César (Queens Park Rangers), Diego Cavalieri (Fluminense) e Jefferson (Botafogo)

Laterais: Daniel Alves (Barcelona), Marcelo (Real Madrid), Jean (Fluminense) e Filipe Luís (Atlético de Madri)

Zagueiros: Dante (Bayern de Munique), David Luiz (Chelsea), Thiago Silva (Paris St Germain) e Réver (Atlético-MG)

Meias: Fernando (Grêmio), Luiz Gustavo (Bayern de Munique), Paulinho (Corinthians), Hernanes (Lazio), Lucas (Paris St Germain), Oscar (Chelsea), Bernard (Atlético Mineiro) e Jádson (São Paulo)

Atacantes: Fred (Fluminense), Hulk (Zenit), Leandro Damião (Internacional) e Neymar (Santos)

Por Tatiana Ramil; Edição de Eduardo Simões

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below