1 de Julho de 2013 / às 00:22 / em 4 anos

Neymar leva Bola de Ouro como melhor jogador da competição

RIO DE JANEIRO, 30 Jun (Reuters) - O atacante Neymar conquistou neste domingo a Bola de Ouro, premiação concedida ao melhor jogador da Copa das Confederações, após a vitória da seleção brasileira por 3 x 0 na final do torneio contra a Espanha.

O atacante brasileiro Neymar ganha Bola de Ouro como melhor jogador da Copa das Confederações. REUTERS/Marcos Brindicci

Neymar fez um gol na decisão, o quarto dele no torneio, após mais uma boa atuação, e levou também a Chuteira de Bronze, como o terceiro na lista de artilheiros.

“Está todo mundo de parabéns, a equipe jogou muito hoje, além do que gente esperava. Hoje é um dia que a gente está fazendo muita gente feliz”, disse o atacante após o jogo.

“A gente fechou com chave de ouro. Todo jogador gosta de decisão, é um jogo especial. E jogar contra uma equipe que é a campeã do mundo, com jogadores fantásticos, então a gente fica feliz”, completou.

A Bola de Prata ficou com o espanhol Andrés Iniesta, enquanto o volante brasileiro Paulinho foi o Bola de Bronze.

A Chuteira de Ouro foi conquistada pelo artilheiro espanhol Fernando Torres, com cinco gols e uma assistência em quatro jogos, seguido de perto por Fred, que também marcou cinco gols e fez uma assistência, mas jogou uma partida a mais.

Julio Cesar, que defendeu um pênalti na semifinal contra o Uruguai, foi eleito o melhor goleiro da competição, levando a Luva de Ouro.

“Eu vinha dizendo que a minha página na seleção brasileira não fechou, tem um capítulo em aberto”, afirmou o goleiro, que falhou nas quartas de final da Copa do Mundo de 2010, quando o Brasil foi eliminado diante da Holanda.

“Tem muita coisa ainda para acontecer, tem um ano para a Copa do Mundo, que é o sonho maior. Gostaria muito que esse troféu que nós erguemos hoje fosse aquele que devemos erguer daqui a um ano.”

Julio Cesar disse que a seleção brasileira, que venceu todos os seus cinco jogos no torneio, fez uma campanha “perfeita” e ainda cutucou a Espanha, campeão mundial e europeia.

“Com todo respeito à Espanha, que é uma grande seleção e vem encantando o mundo, mas o futebol tem uma hierarquia e o Brasil é cinco vezes campeão do mundo. Eu sei que eles respeitam, eles não tiveram oportunidade de jogar contra o Brasil em outras competições, eles sabem agora que jogar contra o Brasil não é fácil”, disse.

Reportagem de Pedro Fonseca

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below