4 de Agosto de 2013 / às 16:12 / em 4 anos

Real não deveria tornar pública negociação por Bale, diz técnico do Tottenham

3 Ago (Reuters) - O técnico do Real Madrid, Carlo Ancelotti, não deveria tornar públicas as tentativas do clube espanhol de contratar o astro galês do Tottenham, Gareth Bale, disse no último sábado o treinador do clube inglês André Villas-Boas.

Ancelotti revelou em coletiva de imprensa em Los Angeles, na última quarta-feira, que o time espanhol realmente estava em negociação com o Tottenham por Bale, e que a transferência do galês para Madri seria a mais cara de todos os tempos no futebol mundial.

Perguntado se Ancelotti foi precipitado em sua revelação, Villas-Boas disse que sim. “É minha opinião. Carlo é uma pessoa que eu respeito e gosto muito, mas não é correto tornar público essa negociação.”

“Normalmente, a Football Association (entidade máxima do futebol inglês) examina com cuidado situações como esta. Já vimos muitas pessoas do futebol falando sobre jogadores que não lhe pertences, e só pedimos um pouco de respeito”, acrescentou o treinador português.

“Os rumores de uma iminente transferência não são verdadeiros. A única coisa que dissemos ao Real Madrid é que Bale é nosso e não está a venda.”

Villas-Boas respondeu a Ancelotti em coletiva de imprensa logo após a derrota do Tottenham diante do Monaco por 5 x 2. A partida amistosa, por sinal, não teve a presença de Gareth Bale, lesionado.

“Gareth é um garoto que nós gostamos muito. Estamos conversando com o Real Madrid porque há um respeito mútuo entre os clubes, especialmente após a transferência de Luka Modric na última temporada”, disse Villas-Boas.

“Estamos montando um grande time para a próxima temporada e contamos com Gareth Bale. Mas sabemos que no futebol nada é impossível.”

De acordo com órgãos da imprensa espanhola e inglesa, o Real Madrid está preparando uma oferta recorde de 85 milhões de libras (129 milhões de dólares) para o Jogador do Ano na Inglaterra.

Caso se concretize, a transferência superaria a negociação do próprio Real Madrid por Cristiano Ronaldo junto ao Manchester United, que levantou cerca de 125 milhões de dólares em 2009.

Ancelotti havia dito na quarta-feira que era “difícil falar sobre Bale no momento porque ele não é um jogador do Real”.

“Eu acredito que o clube está em negociação e vai encontrar uma solução para dar um fim a isso, e aí veremos o que vai acontecer.”

“Não estou acostumado a falar sobre jogadores que não são meus e não seria correto da minha parte fazer isso”, reforçou o italiano, que lembrou que nunca havia falado sobre Bale publicamente antes.

Por Ken Ferris

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below