18 de Agosto de 2013 / às 16:13 / em 4 anos

Bolt e Shelly-Ann conquistam terceiro ouro após revezamentos

MOSCOU, 18 Ago (Reuters) - Usain Bolt e Shelly-Ann Fraser Pryce conquistaram a terceira medalha de ouro no Mundial de Atletismo de Moscou, com os dois campeões dos 100 e 200 metros rasos levando a Jamaica à vitória no revezamento 4x100 metros neste domingo.

Atletas jamaicanos Shelly-Ann Fraser-Pryce (à esq) e Usain Bolt posam com seus troféus, após terem sido presenteados com o prêmio National Sportsman and Sportswoman of the Year, em Kingston, 11 de janeiro de 2013. Usain Bolt e Shelly-Ann Fraser Pryce conquistaram a terceira medalha de ouro no Mundial de Atletismo de Moscou, com os dois campeões dos 100 e 200 metros rasos levando a Jamaica à vitória no revezamento 4x100 metros neste domingo. 11/01/2013 REUTERS/Gilbert Bellamy

A tarefa de Bolt ficou mais fácil quando o americano Justin Gatlin, o último do revezamento, atrapalhou-se na largada e chegou a invadir a raia da Jamaica.

O quarteto jamaicano com Nesta Carter, Kemar Bailey-Cole, Nickel Ashmeade e Bolt assegurou à nação caribenha o título com o tempo de 37s36.

Gatlin terminou a prova norte-americana em 37s66 e o Canadá ganhou a medalha de bronze após a desclassificação do Reino Unido, que deu sequência às provas atrapalhadas em revezamento de outros campeonatos mundiais.

Os britânicos foram penalizados após um erro na passagem do bastão entre Harry Aikines-Aryeetey e James Ellington, que minutos antes havia dito à BBC que o time “havia aprimorado as passagens”.

As jamaicanas retomaram o título mundial das mãos dos Estados Unidos, também com a ajuda de um erro. O quarteto com Carrie Russell, Kerron Stewart, Schillonie Calvert e Shelly-Ann levaram o ouro em 41s29, o segundo tempo mais rápido da história.

Um erro na passagem da segunda para a terceira corredora entre Alexandria Anderson e English Gardner, que começou a correr muito cedo e precisou voltar para pegar o bastão, acabou com as chances de vitória dos Estados Unidos.

A França levou a prata com 42s73 e apenas um stint final fabuloso de Octavious Freeman assegurou o bronze aos Estados Unidos.

As norte-americanas fizeram o recorde mundial em 40s82 na Olimpíada de Londres, em 2012, mas nenhuma integrante daquele quarteto vitorioso esteve na final de Moscou. Allyson Felix machucou a coxa na final dos 200 metros e Carmelita Jeter, medalha de bronze nos 100 metros, foi deixada de fora.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below