19 de Setembro de 2013 / às 13:25 / em 4 anos

Raikkonen decidiu deixar Lotus por atraso salarial

CINGAPURA, 19 Set (Reuters) - Kimi Raikkonen decidiu voltar para a Ferrari na próxima temporada porque está com salários atrasados na Lotus, mas prometeu participar dos sete GPs restantes desta temporada pelo fato de “adorar correr”.

Piloto finlândes Kimi Raikkonen chega para coletiva de imprensa antes do Grande Prêmio de Cingapura de Fórmula 1. Raikkonen decidiu voltar para a Ferrari na próxima temporada porque está com salários atrasados na Lotus, mas prometeu participar dos sete GPs restantes desta temporada pelo fato de "adorar correr". 19/09/2013. REUTERS/Tim Chong

O finlandês, de 33 anos, concordou na semana passada em substituir Felipe Massa na Ferrari em 2014, fazendo dupla com Fernando Alonso.

“Eu gosto de correr”, disse o finlandês a jornalistas nesta quinta-feira, em Cingapura, quando questionado sobre os motivos para disputar sete corridas apesar do atraso no pagamento.

“Essa é a única razão pela qual estou aqui. Não importa qual time seja, mas a razão pela qual deixei a Lotus foi puramente pelo lado do dinheiro. É lamentável, mas quero ajudar a equipe o máximo que puder, e, como acabei de dizer, adoro correr”.

Ele sugeriu que poderia ter permanecido na Lotus se a equipe cobrisse sua reivindicação salarial. “Havia muitas coisas que eles poderiam ter feito para me manter, e eles sabem o que era..., mas o acordo (com a Ferrari) agora está feito, e estou muito feliz.”

Por John O'Brien

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below