3 de Dezembro de 2013 / às 19:33 / em 4 anos

SAIBA MAIS-Conheça a seleção da Itália na Copa

ROMA, 3 Dez (Reuters) - Veja abaixo informações sobre a seleção da Itália, uma das participantes do sorteio das chaves da Copa do Mundo de 2014, marcado para sexta-feira na Costa do Sauípe.

Jogadores da seleção italiana alinhados antes de partida da Copa das Confederações contra a Espanha, em Fortaleza. 27/06/2013 REUTERS/Jorge Silva

Desempenho e prognósticos

A tetracampeã mundial Itália deve ser considerada uma das favoritas para a Copa do Mundo. Desde que Cesare Prandelli assumiu a Azzurra, em 2010, o time chegou à final da Euro 2012 e se classificou para o torneio no Brasil com dois jogos de antecedência.

A equipe tem um retrospecto formidável em Mundiais e fama de reservar suas melhores exibições para quando realmente importa. No time, possui alguns dos mais talentosos jogadores, incluindo os meias Andrea Pirlo e Daniele De Rossi, o atacante Mario Balotelli e o goleiro Gianluigi Buffon.

No entanto, permanecem questões sobre a defesa, que toma muitos gols de cabeça, ao contrário de sua fama de ser extremamente sólida. Houve problemas defensivos contra Dinamarca e Armênia, em seus dois últimos jogos no grupo.

Prandelli também está tentando encontrar um companheiro de ataque estável para Mario Balotelli.

Os italianos sofreram com falta de inspiração no último trimestre, e eles não têm ninguém em seu plantel que possa ser tão criativo como os ex-ídolos Roberto Baggio, Gianfranco Zola e Alessandro Del Piero.

Treinador: Cesare Prandelli

A Copa do Mundo será, provavelmente, a última chance de Prandelli obter sucesso internacional com sua seleção. O técnico, de 56 anos, deve deixar o time após o torneio, e provavelmente será substituído por Massimiliano Allegri, do Milan.

Depois de mais de três anos no cargo, a Itália ainda parece estar em fase de transição, mas ele está lentamente moldando a Azzurri parecida com sua Fiorentina e quer uma equipe que tenha a marca dele.

Prandelli aprecia um estilo ofensivo de jogo, que tem trazido resultados, já que a Itália só perdeu dois jogos oficiais desde que ele assumiu, após a campanha ruim na Copa do Mundo de 2010.

Uma das derrotas foi na final da Euro 2012 contra a campeã mundial Espanha e a outra para o Brasil, por 4 x 2, na Copa das Confederações, em junho.

Ele tentou, com algum sucesso, formar uma nova geração, e quer um time mais vibrante e dinâmico, mantendo a capacidade de resistência que levou ao título mundial em 2006.

Jogador-chave: Andrea Pirlo

Ele pode estar lutando pela supremacia em nível de clubes com o francês Paul Pogba, mas Andrea Pirlo é o chefão do meio-campo na Azzurra.

Seus passes precisos e jogadas de bola parada são cruciais para os ataques da Itália, e sua capacidade de segurar a bola ajuda quando eles precisam defender a vantagem.

Ao contrário de Mario Balotelli, que está sempre nas manchetes por seu comportamento excêntrico, ele é tão confiável quanto é talentoso. Aos 34 anos, Pirlo fez 107 jogos pela Itália, desde a sua estreia, em 2002.

Se a Itália fizer sucesso na Copa, será impulsionada pelo homem que Marcello Lippi chamou de “o líder silencioso que fala com os pés”.

Histórico em Copas: 17 (1934, 1938, 1950, 1954, 1962, 1966, 1970, 1974, 1978, 1982, 1986, 1990, 1994, 1998, 2002, 2006, 2010).

Melhores campanhas: Campeã em 1934, 1938, 1982, 2006.

Por Terry Daley

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below